Política

Chefe de Estado exprime condolências pela morte de França Van-Dúnem

JA Online

O Chefe de Estado, João Lourenço, manifestou, hoje, profundos sentimentos de pesar pela morte do antigo Primeiro-Ministro França Van-Dúnem, que ocorrido quarta-feira, 12, em Lisboa, Portugal, vítima doença.

13/06/2024  Última atualização 18H04
© Fotografia por: DR | Arquivo
Na mensagem de condolências, João Lourenço escreveu que foi com um sentimento de profunda consternação que tomou conhecimento do passamento físico do Professor-Doutor França Van-Dunem, renomado nacionalista, intelectual, político e diplomata angolano. 
"Nos vários cargos políticos e diplomáticos  em que se destacou, como Primeiro-Ministro do Governo, deputado e presidente da Assembleia Nacional, embaixador em Portugal e Bélgica, cumpriu sempre com zelo, competência e patriotismo as suas elevadas funções, granjeando prestígio interno e internacional, ao ponto de ter sido igualmente primeiro vice-presidente do Parlamento Pan-africano", destacou o Chefe de Estado.

Paralelamente, acrescentou, João Lourenço, o professor França Van-Dunem desenvolveu uma profícua carreira académica, como catedrático das universidades Católica e Agostinho Neto, sendo autor de várias importantes obras de investigação na área do Direito.

Segundo o Presidente da República, com o seu falecimento, Angola perde uma das suas figuras mais notáveis, que tanto fez em vida pelo engrandecimento do povo angolano e da República de Angola. 

"Nesta hora de dor, endereço à Família enlutada, a todos os seus amigos, colegas, discípulos e admiradores os mais profundos sentimentos de pesar, esperando que perpetuem a memória dos seus feitos", concluiu o Presidente João Lourenço.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Política