Economia

CFL garante normalização da oferta de gás

A Administração dos Caminhos-de-Ferro de Luanda garante imprimir celeridade no tratamento dos aspectos técnicos para assegurar a periodicidade e o funcionamento normal dos comboios de transporte de gás por ser um produto que muita falta faz à população.

21/09/2021  Última atualização 10H12
© Fotografia por: DR
Em entrevista ao Jornal de Angola, o administrador para Área Técnica do CFL, Manuel Lourenço, referiu que o gás butano transportado a granel vai beneficiar a província de Malanje e outras do Leste do país.

O responsável referiu que essa primeira experiência que se realiza 33 anos depois superou as expectativas criadas pela instituição e por isso actividade idêntica veio para ficar.

"Iremos tratar rapidamente os aspectos técnicos para depois implementar periodicamente este transporte de gás, um produto que muito faz falta na população de Malanje, assim como as populações do Leste do País” disse, Manuel Lourenço.

O responsável disse ainda que, nesta expedição foi possível também proceder-se ao transporte de gasóleo. O administrador garante que com a retoma do transporte de gás a granel pelo CFL este produto vai baixar no mercado nos próximos tempos.

O porta-voz local do  CFL, Francisco Osório referiu que  depois de 33 anos por interrupção por questões de segurança, os Caminhos-de-Ferro de Luanda voltaram  agora a  transportar gás a granel para a província de Malanje.
Francisco Osório disse que numa primeira fase experimental, foram transportados 480 metros cúbicos de gás em 12 vagões cisterna, com capacidade de transportar 40 mil metros cúbicos cada.

"O comboio partiu da estação dos musseques em Luanda, para a província de Malanje encabeçado por uma equipa de maquinista” disse.

A transportação de mercadorias pelo CFL tem registado muita adesão por parte dos comerciantes.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Economia