Economia

Centrooptico: Doações ultrapassam 150 milhões de kwanzas

O Grupo Centrooptico já realizou mais de 28 mil rastreios visuais gratuitos, nove mil dos quais concretizados só em 2023, e ofereceu cerca de mil consultas de optometria em consultório e óculos graduados, o que representou uma doação superior a 150 milhões de kwanzas e mais de 1.700 horas doadas em iniciativas pró-bono.

19/06/2024  Última atualização 10H20
© Fotografia por: DR

Os dados reportam aos últimos cinco anos de actividade do Centrooptico, no âmbito da sua política de responsabilidade social.

Nas últimas semanas, o Grupo tem assegurado a realização de rastreios visuais e auditivos em diversas instituições e projectos, como a Escola de Arte Camunga, Obra de Caridade da Criança Santa Isabel, Escola JOBAB, Escola de Música Kaposoka, ASCA – Associação de Solidariedade a Crianças e Adolescentes e a Escola Lueji A’Nkonde, tendo já sido promovidos mais de 1.600 rastreios.

Na segunda-feira, foi celebrado um protocolo anual no âmbito do Programa Crescer Juntos, do Banco BIC, em que o Centrooptico se compromete a promover 2.600 rastreios visuais e a realizar consultas de oftalmologia e optometria, com oferta de óculos graduados a 100 crianças, num investimento estimado em mais de 20 milhões de kwanzas.

Projecções

As acções vão realizar-se em Organizações Não Governamentais (ONG) e projectos aprovados pelo Programa Crescer Juntos, sendo os beneficiários crianças e adolescentes.

"Ao longo destes últimos anos temos desenvolvido uma política de responsabilidade social coesa, contribuindo em diversos projectos, que espelham a nossa identidade e valores. Acreditamos que podemos fazer a diferença e contribuir para melhorar o acesso a cuidados de saúde visual e auditiva das comunidades onde actuamos, através de uma atitude participativa, incentivando e apoiando diferentes iniciativas”, afirma Susana Ferreira.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Economia