Política

CEAST apela ao diálogo para acalmar ambiente político no país

César Esteves

Jornalista

O presidente da Conferência Episcopal de Angola e São Tomé e Príncipe (CEAST), Dom Manuel Imbamba, exortou, esta segunda-feira, em Luanda, os políticos a abraçarem mais o diálogo, de modo a desanuviarem a carga política que disse pesar, neste momento, sobre a sociedade angolana.

20/09/2022  Última atualização 08H19
Chefe de Estado recebeu responsáveis da Igreja Católica © Fotografia por: Dombele Bernardo | Edições Novembro

O também arcebispo da Lunda-Sul, que falava aos jornalistas à saída de uma audiência com o Presidente da República, no período da tarde, referiu que os partidos políticos estão muito activos, praticamente a monopolizar a vida da sociedade.

"Refiro-me, exactamente, à politização da vida social", salientou. Dom Manuel Imbamba, que se fez acompanhar, nesta audiência, pelo arcebispo de Luanda, Dom Filomeno Vieira Dias, disse ser necessário que os responsáveis políticos se sentem à mesma mesa, para dialogarem mais e ajudar a criar um ambiente social e político mais sereno e de esperança.

"É preciso que os responsáveis políticos se sentem, dialoguem mais e ajudem a criar o ambiente social político mais sereno, mais de esperança, mais de segurança e não vivermos nestas suspeições e nessas reticências que não nos ajudem a nos sentirmos bem com aquilo que somos chamados a construir", aclarou o prelado, referindo que aproveitou a ocasião para pedir ao Chefe de Es-tado para criar forma de desanuviar este momento de carga política que a sociedade está a viver.

O presidente da CEAST ressaltou que o encontro com o Presidente da República serviu, também, para o felicitar pela recondução a mais um mandato de cinco anos e encorajá-lo a prosseguir com acções que permitam o bem-estar das populações.  

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Política