Cultura

Cazenga é cenário de nova série televisiva

Gaspar Micolo

Gravada em Luanda, Njila é o título de uma série dramática angolana que tem estreia marcada para o dia 25 de Setembro, e que tem o município do Cazenga , em Launda, como principal cenário, com grande parte das cenas gravadas localmente.

23/09/2022  Última atualização 07H20
Ante-estreia de “Njila” acontece hoje © Fotografia por: DR

Com um total de 26 episódios de 26 minutos cada, a série Njila, a ser transmitida no canal Kwenda Magic emitido através da DSTV Angola, é o retrato dramático de uma vida aos pedaços que começa com uma nota explosiva quando Rufilde Xavier fica falida após o assassinato chocante do marido. Ela e os seus filhos são obrigados a mudar-se para uma zona violenta do Cazenga, lugar que Rufilde abandonou e jurou nunca mais voltar.

Recheado de um elenco com vários talentos, a série Njila vê emergir a modelo Neurite Mendes no papel de Rufilde Xavier, os consagrados Kayaya Júnior como Artur Xavier e Yolanda Viegas como Tia Maria, mãe de Rufilde, o carismático Adérito Rodrigues no papel de Kalunga Vemba e Sofia Lucas como a sua batalhadora mulher, Lemba Vemba.

Em declarações ao Jornal de Angola, o actor Kayaya Júnior, que interpreta Arthur Xavier, um executivo de alta performance, extremamente confiante nas suas habilidades, revelou que, com a série, os angolanos têm uma opção para em família verem conteúdo de produção nacional. "O que espero é que, e acredito que toda a equipa também, as pessoas se divirtam com uma história que acabamos por reconhecer como nossa realidade, e que seja um momento em família para ver conteúdo de produção nacional”.

Na série, Rufilde, viúva, e endividada, decide voltar para o bairro onde nasceu, mesmo depois de ter pisado tudo e todos e ter prometido que nunca mais voltaria a colocar os seus pés no Cazenga, o bairro mais pobre e violento de Luanda. Quando mais nova, a sua saída do bairro envolveu várias polémicas, e, portanto, o seu regresso é mal encarado pelos vizinhos.

Nesta volta ao passado traz consigo Kalunga Vemba, o director da escola local, o seu amor de infância, que por sinal é o pai do seu filho mais velho; mas Kalunga Vemba desconhece a existência deste filho, e mesmo com o passar do tempo, o seu amor por Rufilde nunca morreu. Porém é casado com Lemba, têm um filho problemático, Dyami.

Com o personagem Kalunga Vemba, o actor Adérito Rodrigues marca o seu regresso à televisão, depois de ter interpretado "Ratinho”. E de acordo com o também encenador, a reviravolta da trama revela os altos e baixos da vida. "A mensagem, não só de Kalunga Vemba como da própria série, é marcante, pois retrata os altos e baixos da vida quotidiana na nossa sociedade”, realça, lembrando que, em relação aos hábitos e vivências dos bairros luandenses, destaca o "Não te irrites”, jogo bastante popular no Cazenga e que a série não deixa de retratar. "Pensamos nós que vamos passar uma boa mensagem e temos a certeza de que o público vai gostar”, garante.

Quanto ao trabalho com o seu personagem, Adérito Rodrigues revela que, apesar da experiência na arte de representar, enfrentou algumas dificuldades, pois Kalunga tem um biótipo que não faz parte do actor. "Interpretá-lo é extremamente desafiante, difícil mas sempre prazeroso, porque conseguimos sair daquilo que somos, em termos de carácter”, explica o actor, que garante ser nato a improvisar e que, ao longo da sua representação, soube ser fiel ao texto, mas também aproveitou as aberturas da direcção e dos produtores da série para poder improvisar.

Para Kayaya Junior, trabalhar o seu personagem também foi um desafio. O actor explica que a complexidade deveu-se ao facto de Arthur Xavier ser completamente diferente daquilo que é. "Mas foi um desafio que aceitei bem enquanto actor, tentar entrar na mente de uma pessoa que tem uma série de mistérios na sua vida, uma série de camadas de histórias mal contadas”, avança, atirando que se há uma coisa que o actor e o personagem têm em comum é a família, já que os dois gostam e se dedicam a esse núcleo fundamental da sociedade.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Cultura