Política

Catchiungo reafirma trabalho para conquistar o eleitorado

Justino Victorino | Huambo

Jornalista

Os militantes do MPLA no município do Catchiungo, na província do Huambo, deram, ontem, sinais de que vão continuar a trabalhar ao longo destes dias para conquistar o voto dos simpatizantes, amigos e do eleitorado indeciso a favor do partido nas eleições do próximo dia 24.

13/08/2022  Última atualização 06H10
Primeira-secretária do MPLA no Huambo, Lotti Nolika © Fotografia por: DR
Esta promessa ficou expressa durante o encontro que mantiveram com o secretário do Bureau Político  do MPLA  para a Reforma do Estado, Administração Pública e Autarquias.

Mário Pinto de Andrade incentivou, na ocasião, os militantes, amigos e simpatizantes  do partido no município do Catchiungo a exercerem o direito de voto para que o candidato João Lourenço vença as eleições e dê continuidade aos projectos sociais para o bem-estar das comunidades.

"A mensagem que deixo aqui aos militantes do Catchiungo é de que o camarada presidente do partido orientou-nos que temos de mobilizar os eleitores, para votar no 8, o nosso número no boletim de voto”, disse.

Mário Pinto de Andrade disse que os dirigentes do partido no Huambo devem continuar a mobilizar até ao último dia da campanha eleitoral, marcada para 22 do Agosto, percorrendo os bairros, aldeias, sectores e não só, para que os eleitores estejam preparados  para votar no 8, porque o MPLA é o partido que trouxe a independência e também a paz, além de ter  garantido a integridade territorial  do país.

Na ocasião, assegurou que o Presidente João Lourenço tem vindo a apresentar propostas para a realidade de cada província para o desenvolvimento de Angola no período 2022-2027.

Por sua vez, a primeira-secretária do MPLA no Huambo, Lotti Nolika, afirmou que o partido está em "velocidade supersónica” para cortar em primeiro lugar a meta eleitoral a 24 de Agosto.

Explicou que durante este tempo de campanha eleitoral os dirigentes do partido desenvolveram um árduo trabalho de sensibilização para alcançar a vitória nas eleições.

Lotti Nolika disse haver sinais qualificados em termos de trabalho de casa junto do eleitorado. "Estamos na contagem regressiva, dias menos dias. Ainda podemos fazer muita coisa. Podemos mudar os corações daqueles indecisos, porque queremos ir às eleições gerais tranquilos de que iremos vencer”, afirmou.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Política