Regiões

Casos de violência doméstica aumentam na cidade do Huambo

Um total de 1.307 casos de violência doméstica foi registado, de Janeiro até ao início deste mês de Dezembro, na província do Huambo, revelou a directora do Gabinete Provincial da Acção Social, Família e Igualdade de Género, Maria Cawewe.

15/12/2019  Última atualização 13H45
Edições Novembro © Fotografia por: Huambo teve mais de mil casos de violência doméstica

A responsável, que falava durante um encontro que debateu a violência doméstica a nível da província, disse que as principais causas do aumento de casos são a pobreza, desemprego, consumo exagerado de bebidas alcoólicas, analfabetismo e uma gritante falta de educação por parte dos agressores. 

Maria Cawewe frisou que a fuga à paternidade, abandono do lar, desalojamento, privação de bens e liberdade, espancamentos, ameaças de morte, ofensas morais, adultério, chantagem emocioanl e outros actos violentos são os casos mais frequentes nos relacionamentos entre casais.
Em face deste quadro pre-ocupante, Maria Cawewe disse que a instituição que dirige tem realizado campanhas de sensibilização em unidades militares, policiais, igrejas e bairros periféricos da cidade do Huam-
bo, com a finalidade de sensibilizar a população sobre as consequências da violência doméstica.
A directora da Acção Social informou que foram realizadas, nos últimos dias, 190 palestras sobre gravidez, casamento precoce e o papel dos pais na transmissão de valores, para ajudar a diminuir os casos de violência.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Regiões