Sociedade

Casos de Covid-19 com tendência de aumentar na Huíla

Arão Martins | Lubango

Jornalista

As autoridades sanitárias da província da Huíla estão preocupadas com a tendência de aumento de casos de Covid-19, devido ao incumprimento das medidas de prevenção, disse ontem, no Lubango, porta-voz do Departamento de Saúde Pública e Controlo de Endemias na Huíla.

06/03/2021  Última atualização 17H00
Incumprimento das medidas de prevenção © Fotografia por: Arão Martins | Edições Novembro| Huíla
Jeremias Cayeye explicou que os mercados informais, transportes públicos, instituições bancárias e os bairros da cidade do Lubango são os locais onde se têm registado casos flagrantes de incumprimento das medidas de biossegurança.
Devido a essa situação, disse, a província da Huíla registou nos últimos dias 11 casos positivos da pandemia nos bairros da Mitcha e Nambambe, na cidade do Lubango, e nos municípios da Matala e Kuvango.

"Desde Janeiro, que tem havido uma tendência de aumento de casos, porque as pessoas continuam a ignorar as medidas de prevenção”, lamentou.
Jeremias Cayeye alertou que o incumprimento das medidas de biossegurança pode agravar a situação epidemiológica da província. "Devemos colocar correctamente a máscara, lavar constantemente as mãos com água e sabão, desinfectar com álcool em gel e observar o distanciamento físico”, lembrou.

O responsável mostrou-se satisfeito com a chegada das primeiras vacinas da Covid-19 ao país, mas frisou que isso não deve ser motivo para baixar a guarda no cumprimento das medidas de biossegurança. "É preciso não baixar a guarda. Juntos podemos reduzir significativamente os números da Covid-19”, disse, acrescentando que a mudança de comportamento influencia no corte da cadeia de transmissão do vírus.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Sociedade