Política

Cardeal Dom Eugénio Dal Corso apela ao civismo dos angolanos

O cardeal Dom Eugénio Dal Corso apelou, sexta-feira(17), em Menongue, aos partidos políticos e à sociedade a cultivarem o civismo e o respeito recíproco, para o êxito das eleições gerais de 24 de Agosto próximo.

18/06/2022  Última atualização 09H10
Dom Dal Corso quer que as eleições sejam de acordo com a maturidade dos militantes. © Fotografia por: DR

Em declarações à imprensa, o prelado católico disse que espera que os partidários venham, durante a campanha, pautar por discursos de paz e capazes de unir os angolanos, para a realização de eleições cívicas e pacíficas.

Dom Eugénio Dal Corso considerou fundamental que o pleito seja realizado de acordo com a maturidade dos militantes dos diversos partidos políticos concorrentes, com a colocação, em primeiro lugar, de todos os angolanos, enquanto filhos da mesma pátria.

"O meu desejo é de que as eleições de 24 de Agosto, convocadas pelo Presidente da República, João Lourenço, tenham como foco o respeito da aceitação mútua e da livre escolha de cada cidadão”, enfatizou o cardeal, citado pela Angop.

Segundo o prelado católico, o país caminha rumo à verdadeira democracia, daí ser justo que haja o envolvimento de diferentes partidos políticos e coligações de partidos políticos.

 Nesta conformidade, Dal Corso referiu que "não se deve recorrer a nenhum acto de violência, mas sim optar pelo respeito dos cidadãos e das bandeiras de cada partido, para mostrar ao mundo a grandeza e nobreza que o país está a granjear”.

Para o cardeal, a sociedade está convidada a promover a cultura de paz, a harmonia e respeito, para dar um exemplo ao continente africano e ao mundo que o povo angolano está apto para realizar eleições pacíficas e de reconciliação, num ambiente de tranquilidade.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Política