Sociedade

Capital tem apenas um canil-gatil a funcionar

Um canil-gatil dos três existentes na província de Luanda, está a funcionar em pleno, com capacidade de acolher 100 animais que vadiam na capital do país.

26/01/2020  Última atualização 10H02
DR

O canil-gatil funcional está localizado no município de Cacuaco, enquanto os outros dois estão nos municípios de Viana, sob gestão privada, e do Cazenga que requer obras de reabilitação, por sofrer actos de vandalismo.
O chefe dos Serviços Provinciais de Veterinária, João Mendes de Carvalho, disse ontem à Angop que o canil do município de Viana, apesar de ter passado para gestão privada, continua sem funcionar, precisando que se afira a capacidade do actual gestor, para a recuperação e se possível melhorar o destino.
Actualmente, ao contrário do que ocorria no passado, João de Carvalho disse que os animais recolhidos para o canil-gatil são devolvidos aos seus proprietários, mediante o pagamento de uma multa, sendo excepcionalmente sacrificados os com idade avançada e de difícil recuperação.
A raiva em Luanda é responsável por sessenta óbitos, registados de Janeiro a Novembro de 2019, mais 25 óbitos registados de Janeiro a Setembro de 2018, sendo as principais vítimas crianças dos cinco aos 15 anos, com maior incidência nos municípios de Viana, Cacuaco e Cazenga.
Com vista a reduzir os índices de mortes causadas pela doença, foi realizada nos municípios de Luanda uma campanha que decorreu de 28 de Dezembro de 2019 a 8 de Janeiro de 2020, onde foram vacinados 210 mil animais (cães, gatos e macacos), dos 300 mil que estavam previstos.
Para o efeito foram mobilizados 800 voluntários, com postos fixos criados nas administrações municipais, distritais, bairros, nas repartições dos serviços de veterinária e clínicas, assim como nos postos avançados em quase toda a cidade.
Quanto à recolha de animais vadios, após a campanha de vacinação anti-rábica, o responsável disse que ainda não foi agendada, salientado que para a realização da mesma é preciso haver condições técnicas, humanas e treino do pessoal.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Sociedade