Cultura

Cantor do Huambo procura mercados

Analtino Santos

Jornalista

O cantor Jorge Sanjai, que esteve entre as personalidades distinguidas na 3ª edição do prémio Cidade do Huambo, em 2019, como a melhor voz mascul

13/01/2022  Última atualização 09H50
Jorge Sanjai quer aumentar a aposta noutros palcos © Fotografia por: DR
ina e músico do ano,  pretende continuar a conquistar outros palcos, com o relançamento da carreira musical este ano.
O músico, compositor, produtor e arranjador, com uma carreira de anos, que tem a província do Huambo como base, pretende relançar a carreira este ano, com o lançamento de um EP.

O ano passado, conta, sempre que solicitado, actuou em Luanda e outras cidades, depois de ser um dos artistas mais presentes no Huambo, com aparições em programas televisivos.

Actualmente, informou, a maior parte do seu trabalho pode ser visto nas plataformas digitais, em especial no Youtube.  No momento, contou, tem estado a trabalhar em novas músicas e a participar em shows ao vivo, com a sua banda, dando maior ênfase às músicas já gravadas, para as promover com maior eficácia.

O artista disse que pretende conquistar um lugar na cena musical angolana e depois rumar para outros mercados, com forte aposta nos géneros kizomba e gheto-zouk, sem descurar o soul, balada e outras sonoridades musicais.

A relação com a música, explicou, surgiu aos 15 anos, quando começou a tocar violão. Aos 19 anos aprimorou o canto na Igreja Baptista do Huambo. Hoje encara de forma diferente a música e admira nomes como Anselmo Ralph, Yola Semedo, Heavy C e Guy Destino.

A estreia do cantor aconteceu em 2010, com o lançamento do tema "Angolana”, um soul, produzido no Brasil por Allan Lima. Depois colocou outros temas soul no mercaod, com realce para "Melhor Amigo”, "Boca Boca” e "Não tem Perdão”.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Cultura