Sociedade

Canal do Cafu beneficia de obras de restauro

Uma equipa composta por especialistas de vários sectores está a trabalhar na cidade de Ondjiva, província do Cunene, para reparar os danos provocados no canal condutor do Cafu.

06/02/2023  Última atualização 06H40
Reparação de danos causados pelas chuvas © Fotografia por: Edições Novembro
Numa nota, o Instituto Nacional de Recursos Hídricos do Ministério da Energia e Águas informou, ontem, que as fortes chuvas que ocorreram nos últimos dias na cidade de Ondjiva, Província do Cunene, provocaram o deslocamento de placas numa das secções do Canal Condutor Geral do Cafu.

Neste momento, a equipa técnica constituída pelos empreiteiros, fiscais, peritos do Governo Provincial do Cunene representantes do dono da obra, esta a fazer um levantamento para a reposição das placas e solucionar a situação naquela secção do Canal.

O Canal do Cafu é um projecto concebido pelo Executivo, no âmbito do Programa de Combate aos Efeitos da Seca no Sul do país e consiste num sistema de captação e transferência de água do rio Cunene para várias povoações, através de um canal adutor com 160 km de extensão, ao longo dos quais foram construídas 30 chimpacas (locais para abeberamento do gado), com capacidade para 30 milhões de litros cada.

Os dados técnicos do projecto indicam que a obra vai beneficiar uma população calculada em 235 mil habitantes, vai permitir o abastecimento de água a 250 mil cabeças de gado, a irrigação de 15 mil hectares de terreno, além de garantir 3.275 empregos directos.

No âmbito do Programa de Combate aos Efeitos da Seca no Sul do país, estão também outros projectos no Cunene e nas províncias da Huíla e do Namibe. No total, vão beneficiar uma população calculada em perto de 3 milhões e meio de habitantes e mais de dois milhões e meio de cabeças de gado.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Sociedade