Mundo

Campanha eleitoral arrancou à meia-noite

O presidente da Comissão Eleitoral Nacional Independente da RDC (CENI), Corneille Nangaa, lançou oficialmente a campanha para as eleições de 23 de Dezembro.

23/11/2018  Última atualização 07H57
DR © Fotografia por: Corneille Nangaa pede civismo aos partidos políticos

A campanha propriamente dita começou oficialmente ontem à meia-noite e termina no dia 22 de Dezembro.
O lançamento oficial da campanha eleitoral coincidiu com o regresso ao país do candidato único da oposição, Martin Fayulu Madidi, acompanhado de Adolphe Muzito e de Freddy Matungulu.
À sua chegada, Martin Fauyulu deparou-se com um confronto que opunha a Polícia Nacional, que utilizou gás lacrimogéneo aos seus apoiantes.
O Conselho de Segurança das Nações Unidas considerou que as eleições gerais na RDC serão “uma oportunidade histórica” para a primeira transferência de poder democrática e pacífica, a consolidação da estabilidade e a criação de condições favoráveis ao desenvolvimento do país.
Num comunicado, o órgão de decisão da ONU instou os actores políticos congoleses a desenvolverem mais esforços para o sucesso do pleito.
O Conselho apelou a todos os partidos políticos e ao Go-verno que participem pacificamente e de forma cons-
trutiva no processo eleitoral, a fim de assegurarem eleições transparentes e credíveis com vista à preservação da paz e da estabilidade na RDC e na região.
Enfatizou também a importância de se garantir a segurança dos candidatos e dos eleitores, durante o período da campanha.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Mundo