Mundo

Camiões com ajuda alimentar para Tigray estão bloqueados

Vários camiões que transportam ajuda alimentar crucial para a região de Tigray, na Etiópia, estão bloqueados num posto de controlo na região vizinha de Afar, segundo fontes humanitárias, citadas esta terça-feira (25) pela France Press.

26/01/2022  Última atualização 04H55
Produtos para os deslocados ainda não chegaram ao destino © Fotografia por: DR
O Governo etíope e os rebeldes da Frente de Libertação do Povo de Tigray (TPLF), que lutam entre si há mais de 14 meses no Norte do país, culpam-se mutuamente pela situação.
Na semana passada, a ONU disse que as distribuições de alimentos estavam no nível mais baixo de todos os tempos em Tigray, onde o conflito armado empurrou centenas de milhares de pessoas para "condições de quase inanição”.

No domingo, 27 camiões transportando 800 toneladas de alimentos partiram de Afar para a capital de Tigray, Mekele, usando a única rota terrestre funcional, segundo o Programa Alimentar Mundial (PAM).

Entretanto, o comboio de camiões está bloqueado desde segunda-feira num posto de controlo na cidade de Serdo, disseram, ontem,  à agência de notícias France Press dois funcionários humanitários, que ainda não sabem se os veículos poderão continuar o seu caminho.

Na noite de segunda-feira, o porta-voz do Governo etíope, Legesse Tulu, disse que os rebeldes "atacaram” vários locais, incluindo a cidade de Abala, na fronteira entre as duas regiões, "cortando a principal via de ajuda humanitária”.
Dezenas de milhares de pessoas foram deslocadas em três dias e "não há Forças de Defesa do Governo nesta área”, acrescentou o porta-voz.

Por outro lado, a TPLF acusou as forças pró-Governo de provocarem confrontos na região. As alegações das partes não puderam ser verificadas de forma independente.
No domingo, a Etiópia anunciou que permitiria mais voos "para reforçar o transporte terrestre” de alimentos e medicamentos para Tigray.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Mundo