Política

Caixa Social das FAA actualiza pensionistas

A Caixa de Segurança Social das Forças Armadas Angolanas (FAA) inicia, na sexta-feira, o processo de prova de vida dos pensionistas, para a confirmação da existência dos beneficiários.

29/09/2021  Última atualização 05H00
Coronel Daniel Mateus Fio anunciou início do processo © Fotografia por: ANGOP
O processo, que vai até ao dia 31 de Janeiro do próximo ano, serve, igualmente, para monitorar se os beneficiários estão a ser correctamente processados, bem como combater eventuais fraudes e eliminar registos ou informações inconsistentes para que exista uma base de dados fiável.


O chefe do Departamento de Assistência Social da Caixa de Segurança Social das FAA, coronel Daniel Mateus Fio, explicou, ontem, em conferência de imprensa, que o processo tem carácter presencial, obrigatório e gratuito.

Certificar a existência física do beneficiário da pensão e actualizar os registos na base de dados, bem como salvaguardar a sua integridade, constituem outros objectivos do processo.

O coronel Daniel Mateus Fio informou que, em Luanda, onde está concentrado o maior número de pensionistas, a prova de vida decorre a partir de 16 de Novembro, tendo apelado à observância das medidas de biossegurança devido à pandemia da Covid-19.

Referiu que os pensionistas em estado de invalidez devem apresentar obrigatoriamente o original do Bilhete de Identidade (BI), autobiografia e peritagem médica actualizada.

Os enquadrados na categoria de sobrevivência (sobreviventes de militar falecido) devem apresentar o Bilhete de Identidade original do tutor ou do filho maior de idade.

Os filhos menores de idade devem apresentar o original do assento de nascimento e para os que frequentam  uma universidade têm a obrigação de exibir o comprovativo da matrícula ou a frequência de estudos universitários com aproveitamento.

A Caixa de Segurança Social das FAA está implantada em todas as províncias, com excepção do Zaire, a qual fará a prova de vida dos pensionistas residentes nessa região em instalações disponibilizadas pelo Governo provincial. Actualmente a instituição controla 80 mil pensionistas segmentados em reforma, invalidez e sobrevivência.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Política