Mundo

Cabo Verde recomenda quarta dose de vacina devido ao aumento de casos

O Ministério da Saúde de Cabo Verde recomendou hoje a toma da quarta dose de vacina contra a covid-19, principalmente às pessoas com mais de 60 anos e com doenças crónicas, após o aumento de casos no país.

29/06/2022  Última atualização 19H24
© Fotografia por: DR | ARQUIVO

Numa directiva assinada pelo director nacional de Saúde, Jorge Noel Barreto, o Ministério da Saúde referiu que o país regista um aumento de casos de covid-19 nos últimos dias e muitas pessoas com risco acrescido de complicações tomaram a terceira dose há mais de seis meses.

"Observando as recomendações da Organização Mundial de Saúde (OMS) nesta matéria, a Direcção Nacional de Saúde, através do Programa Alargado de Vacinação, recomenda a aplicação de uma segunda dose de reforço de vacina contra a covid-19 para todas as pessoas com idade igual ou superior a 12 anos, principalmente para as pessoas com mais de 60 ou mais anos e/ou com doenças crónicas”, lê-se na directiva.

A Direcção Nacional de Saúde (DNS) informou ainda que a segunda dose de reforço (a quarta) de vacina contra a covid-19 pode ser feita 90 dias (três meses) após a primeira dose de reforço (a terceira).

Até 12 de junho, 319.469 adultos (98,0% da população) estavam vacinados com a primeira dose, 277.179 (85,1%) com a segunda dose e 46.176 adolescentes (85,9% da população estimada) foram vacinados com uma dose e 38.407 (71,4%) estavam complemente vacinados.

E a nível nacional, já se tinha aplicado um total de 81.867 (25,1%) doses de reforço em adultos, dados que as autoridades consideram ainda reduzidos e têm feito vários apelos para se tentar conseguir aumentar essa taxa.

Numa nota, a DNS esclareceu que o certificado de vacinação com a terceira dose só será válido para fins de viagens interilhas e internacionais com destino a Cabo Verde, a partir de 1 de Julho, se a pessoa tiver tomado, pelo menos, uma dose de reforço há pelo menos 14 dias, independentemente do esquema vacinal inicial feito.

 

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Mundo