Economia

Cabinda: Aumenta produção de energia eléctrica

Bernardo Capita | Cabinda

Jornalista

Os níveis de produção de energia eléctrica em Cabinda aumentam, dentro de dias, passando de 150 para 225 megawatts (MW), com a entrada em funcionamento de mais duas turbinas de 25 megawatts cada na Central Térmica de Malembo.

14/08/2022  Última atualização 06H50
Turbinas de 25 megawatts cada na Central Térmica de Malembo. © Fotografia por: DR

Os dois engenhos, que vão contribuir no aumento da capacidade de produção energética da província, foram disponibilizados pelo Governo central e chegaram à província, provenientes de Luanda, na sexta-feira última, por via terrestre, passando pela fronteira do Luvu, na RDC.

Com as duas turbinas, a Central Térmica de Malembo, principal fonte de produção de energia eléctrica da província, passa a dispor de um total de seis engenhos, sendo quatro de 25 MW e duas de 35, perfazendo uma capacidade global de produção de 170 MW.

A par dos 170 MW de potência da Central Térmica de Malembo, a província dispõe de outras fontes de produção, como a Mini-Central Térmica do Chibôdo de 30 MW, do Sende (Santa Catarina, 5,0 MW) e as duas Centrais Híbridas do Dinge e Belize, com 2,5 MW cada, perfazendo uma produção global de 225 MW, contra os actuais 150.

O secretário provincial de Energia e Águas, Rafael Paca, destacou que, além dos investimentos que o Executivo está a fazer no domínio da  produção de energia eléctrica, o sector está a trabalhar na melhoria da capacidade de transporte e distribuição de energia.        

Rafael Paca anunciou, para breve, o início das obras de construção de cinco subestações eléctricas para permitir o alargamento da rede de distribuição de energia eléctrica à Vila de Belize e às sedes comunais de Massabi, Tando-Zinze, Necuto, Luali e Miconge.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Economia