Política

Bureau Político do MPLA aprova candidatura de João Lourenço

Ismael Botelho

Jornalista

O Bureau Político do MPLA aprovou, ontem, durante a sua VI Reunião Ordinária, a candidatura do militante João Manuel Gonçalves Lourenço a Presidente do Partido, que será submetida, também, à apreciação final do Comité Central, na sua próxima reunião.

26/11/2021  Última atualização 09H00
VI Reunião Ordinária do Bureau Político apreciou também a Proposta do Orçamento Geral do Estado © Fotografia por: Kindala Manuel | Edições Novembro
A provação do nome de João Lourenço pela Comissão Nacional Preparatória do VIII Congresso Ordinário, marcado para os dias 9, 10 e 11 de Dezembro deste ano, resulta do processo de apresentação de candidaturas à liderança do Partido, cujo  período de submissão decorreu entre 20 de Outubro a 5 de Novembro, tendo durante esta fase registado a apresentação de uma única candidatura ao cargo de Presidente do MPLA. 
Aquele órgão do partido no poder reafirmou, também, que o modelo de desenvolvimento sustentável adoptado para Angola, deve continuar a dar maior prioridade à inclusão dos angolanos nas oportunidades económicas e no aprofundamento da cidadania participativa, para o alcance do crescimento harmonioso do país. 

A proposta do Orçamento Geral do Estado (OGE) para 2022 dominou, os nove pontos da agenda de trabalho, orientada pelo seu Presidente, João Lourenço, que considerou o apoio à economia, a defesa dos rendimentos e do consumo das famílias, como as principais apostas do Executivo para o próximo ano.

De acordo com o comunicado final da reunião, estes pressupostos devem ser materializados através da adopção de medidas tributárias, promoção do emprego, e do aumento de pessoal na Administração Pública, por ser considerada, igualmente, as progressões, promoções e actualizações de carreiras como alicerces do sucesso das políticas públicas futuras.

O Bureau Político do partido dos camaradas congratulou-se, igualmente, com o facto de o OGE para o próximo ano vir a ser executado no quadro da retoma do crescimento da economia nacional e da consolidação fiscal como condição para a melhoria da qualidade de vida dos angolanos.

A VI Reunião Ordinária do Bureau Político apreciou, entre outros, a proposta de agenda de trabalho da VI Sessão Ordinária do Comité Central, o projecto de Relatório de Balanço do Processo Orgânico, bem como a informação sobre o andamento de candidaturas a submeter ao VIII Congresso Ordinário do MPLA, previsto para Dezembro deste ano. 

As inúmeras campanhas de mentiras e difamação, que visam atingir a imagem, a honra e o bom nome dos dirigentes do MPLA, veiculadas em diferentes meios de comunicação, com mais incidência nas Redes Sociais, mereceram denuncia e condenação do Bureau Político, que lamenta a existência deste comportamento social negativo, que urge corrigir.   

Os membros do Bureau Político foram, também, informados sobre o estado de preparação do Acto Central do VIII Congresso Ordinário do MPLA, destacando o grau de importância do evento, que constitui uma plataforma política para reforçar a união e a coesão dos militantes, simpatizantes e amigos daquela força política que governa o país, em torno do seu líder, com perspectiva de vencer os desafios políticos e eleitorais em 2022. 

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Política