Cultura

Bruce Springsteen vende o catálogo de músicas à Sony

O músico norte-americano Bruce Springsteen vendeu os direitos de autor e de publicação musical do seu catálogo à Sony Music, num negócio que rondou os 500 milhões de dólares, informou, ontem, à Reuters.

28/12/2021  Última atualização 05H40
© Fotografia por: DR
A venda milionária vai dar à editora a propriedade de todo o catálogo da lenda do rock, incluindo aqueles que foram, respectivamente, várias vezes considerados álbum de platina, "Born In The USA” e "The River”. Ao todo, a carreira do artista norte-americano conta com mais de 300 canções, 20 álbuns e sete EP.
O acordo entre a Sony e Bruce Springsteen acontece um ano depois do cantor Bob Dylan ter vendido também os direitos da sua obra, de mais de 600 canções, por 300 milhões de dólares à Universal Music Group.
Segundo a agência noticiosa Reuters, nem a Sony nem o músico reagiram ainda à notícia. Com o negócio avante, Bruce Springsteen junta-se, assim a Bob Dylan, Neil Young, Paul Simon ou Stevie Nicks, que também venderam os direitos sobre a sua música.
 Cantor, compositor, violonista e guitarrista norte-americano, Bruce Springsteen  iniciou a carreira em 1969 e já recebeu vários prémios, dentre os quais 20 Grammys, quatro American Music Awards e um Oscar.
Na maioria das letras, o cantor coloca em evidência o patriotismo e é tido como uma espécie de porta-voz dos trabalhadores, muitas vezes mencionados nas  suas canções. O artista também deu voz à música "We Are the World”.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Cultura