Desporto

Brasil procura apuramento hoje frente à Coreia do Sul

António de Brito

Brasil e Coreia do Sul defrontam-se hoje, às 20h00, no Estadio 974, em Ras Abu Aboud, em partida referente aos oitavos-de-final da 22ª edição do Campeonato do Mundo de Futebol do Qatar, com o escrete canarinho pressionado a vencer para passar a eliminatória seguinte.

05/12/2022  Última atualização 07H30
Tite procede alteração no “onze” inicial do escrete canarinho para o proximo jogo © Fotografia por: DR

Nos jogos a eliminar, as selecções intervenientes sabem que estão proibidas de falharem, sob pena de ficarem pelo caminho, porque no "mata, mata", o grau de exigência é maior, comparativamente à fase de grupos. 

Depois da derrota, na sexta-feira passada, frente aos Camarões, por 1-0, o Brasil tem de entrar com outra postura diante da Coreia do Sul, para não ser novamente surpreendido. No confronto com a selecção asiática, o escrete canarinho é claramente favorito, mas tem de colocar em prática o estatuto, que lhe é conferido, porque os jogos ganham-se na defesa.  

Diante dos Leões Indomáveis, os brasileiros se mostraram bastante perdulários, já que o seleccionador Adenor Bachi "Tire" entendeu lançar para as quatro linhas os jogadores menos utilizados, de modo a conferi-los mais minutos de jogo. 

Ao aperceber da ineficiência do ataque frente aos Camarões, Tite vai, certamente, colocar em campo os jogadores mais experientes que estiveram de fora no desafio passado. 

O seleccionador brasileiro não quer voltar a correr riscos, após a derrota com a selecção camaronesa. Os sul-coreanos não são toscos, pelo que os brasileiros têm de abordar o jogo com cautelas redobradas. 

A Coreia do Sul é uma selecção combativa e experiente, sendo que na fase de grupos derrotou Portugal (2-1), empatou com o Uruguai (0-0) e perdeu diante do Ghana (3-2). 

A Coreia é uma equipa com boa organização defensiva e é letal no ataque. Por este facto, o Brasil não tem, seguramente, um jogo facilitado, ou seja, terá de puxar dos galões para cilindrar o conjunto adversário e avançar para os quartos-de-final da competição. 

Para que tal aconteça, o seleccionador brasileiro terá de apresentar em campo uma equipa capaz de superar a aguerrida selecção sul-coreana. Tite tem de saber ler o jogo do adversário, bem como procurar retirar o maior proveito das fragilidades da selecção sul-coreana. 

O Brasil tem de ter capacidade de suportar e lidar com as adversidades, que vai encontrar no decorrer do desafio, visto que a Coreia do Sul não é uma selecção fácil de ser ultrapassada.  

No entanto, o Brasil tem de fazer um jogo inteligente e nunca perder a cabeça, quando as coisas não estiverem a correr bem. Por outro lado, tem de continuar a acreditar até ao fim da contenda. Os comandados de Tite têm de procurar resolver o jogo durante os 90 minutos, de modos a evitar que a eliminatória seja resolvida na marcação das grandes penalidades. Na fase de grupos, o Brasil obteve duas vitórias, venceu a Sérvia (2-0) e Suíça (1-0), tendo perdido com os Camarões (1-0), terminando na liderança do Grupo G, com seis pontos. 

Já a Coreia do Sul derrotou Portugal (2-1), empatou com o Uruguai (0-0) e perdeu frente ao Ghana (3-2), somando quatro pontos em segundo lugar do Grupo H. 

Este é o primeiro jogo oficial entre Brasil e Coreia do Sul, sendo que nos dois amistosos já disputados, a equipa de Tite venceu, por 5-1 e 2-0, respectivamente. 

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Desporto