Economia

BPC empresta para apoiar as alienações

Isaque Lourenço

Jornalista

O Banco de Poupança e Crédito (BPC) retoma, nos próximos dias, o processo de concessão de crédito à habitação, reservado a clientes com salário domiciliado na instituição, anunciou ontem, em Luanda, o administrador para a Área Comercial.

13/03/2021  Última atualização 10H11
Financiamento beneficia licitadores com conta domiciliada no banco © Fotografia por: Vigas da Purificação| Edições Novembro
Víctor Cardoso disse num encontro com jornalistas que, nesse processo, o banco vai financiar o processo de alienação de parte do activo imobiliário,  devendo divulgar, formalmente e através da sua página de Internet, a abertura do procedimento, bem como os critérios de concurso, incluindo o valor das habitações à disposição.
Numa primeira fase, vão ser colocados à disposição mais de 40 imóveis de tipologias diversas já acabados, ao que se seguirão outros.
Esta medida, soube o Jornal de Angola, está já enquadrada no processo de alienação de vários activos detidos pela BPC Imobiliária, que, segundo o balanço mais recente, representam muito pouco em termos de ganhos para o património financeiro do banco.

Entre os imóveis postos à venda vão constar, conforme apurou a nossa reportagem, os do projecto "Condomínio das 100 Casas", localizado no município de Talatona, em Luanda.
Recentemente, num esclarecimento a reclamações de clientes identificados, o banco disse que o processo de comercialização dos imóveis no BPC-Imobiliária, S.A, são analisados e decididos em conjunto com os accionistas, sob a supervisão de entidades da esfera pública, incluindo o Tribunal de Contas.

Nesse sentido, declarou o BPC, o Conselho de Administração tem actuado dentro dos preceitos da lei e de acordo com a transparência e legalidade a que a tramitação dos activos públicos obriga, como aconteceu no caso, do projecto Lírius.
A BPC-Imobiliária S.A assumiu, em resposta, fazer sempre a comercialização dos activos pela venda em hasta pública e leilões via canais digitais (website da imobiliária).


Outros créditos

Sobre a retoma do crédito geral aos clientes, o administrador Víctor Cardoso disse não estarem ainda reunidos os pressupostos económicos que garantam essa medida. Todavia, lembrou que, o banco continua a conceder o crédito "BPC Salário” e o "Adiantamento de Salário”, uma vez serem produtos com uma taxa de retorno bastante alta, estimando-se um incumprimento médio à volta de 0,04 por cento.
Além destes produtos, está também em vias de reabertura a concessão de crédito aos produtores, resultante de uma linha de financiamento acertada com o Banco Africano de Desenvolvimento (BAD). Nesse particular, a reformulação dos critérios deveu-se ao facto de a referida linha ter sido operacionalizada em dólares, obrigando a um necessário ajuste para adaptá-la ao actual contexto.


Salários
O pagamento mensal de salário aos pensionistas e funcionários públicos bancarizados no BPC exige um desembolso situado entre 80 e 100 mil milhões de kwanzas.
Sem ser esta a razão das enchentes, que têm os dias contados, segundo o administrador Cláudio Pinheiro, o banco aposta na melhoria das infra-estruturas e dos programas tecnológicos, a fim de reduzir o tempo de atendimento, que no BPC é de mais de cinco minutos por cliente, contrariamente aos outros bancos da praça, testados sempre abaixo daquela métrica de tempo.


Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Economia