Política

Bombeiros retiram 18 cadáveres em rios na província do Bengo

Edvaldo Lemos | Bengo

Jornalista

Pelo menos 18 cadáveres foram retirados do meio aquático (rios e mar) e três na via pública, por efectivos do Serviço de Protecção Civil e Bombeiros (SPCB), entre Janeiro e Agosto deste ano, na província do Bengo, avançou, quinta-feira, em Caxito, o porta-voz da corporação.

23/09/2022  Última atualização 14H12
© Fotografia por: Edições Novembro
Costa Ngunza explicou, ao Jornal de Angola, que, durante o período em referência, o SPCB atendeu 1.167 pedidos de socorro, tendo destacado a remoção de 21 cadáveres, sendo 18 vítimas de afogamento em rios e no mar e três de acidentes de viação, a extinção de 33 incêndios e o registo de 12 casos de enxames de abelhas.

Segundo o responsável, durante o período em análise, foram ainda registadas 114 ocorrências de natureza diversa, com destaque para incêndios, com danos materiais avaliados em 5.070.000,00 (cinco milhões e setenta mil kwanzas).

Acrescentou que a maioria dos acidentes resultaram de curto-circuito, aquecimento de cintas, fuga de gás por auto explosão, entre outras causas.

"Registamos também oito casos de derrame de combustível e igual número de explosões de minas anti-pessoais, que causaram ferimentos a três pessoas, bem como seis casos de obstrução da via pública, como consequência do capotamento de camiões carregados com inertes e em más condições técnicas.

O porta-voz do SPCB no Bengo sublinhou que os dados apresentados superam os registos do ano passado.

No Bengo, o Serviço de Protecção Civil e Bombeiros está representado em dois dos seis municípios da província (Dande e Dembos). O órgão, afecto ao Ministério do Interior, conta com três viaturas de extinção e combate de incêndios e duas ambulâncias.

"Apelamos aos cidadãos no sentido de observarem bem as medidas de prevenção e segurança”, aconselhou o porta-voz do SPCB.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Política