Economia

BNA: Excesso de liquidez dá Taxa de Custódia

O Banco Nacional de Angola (BNA) vai introduzir uma Taxa de Custódia sobre o excesso de liquidez dos bancos comerciais para aumentar a intermediação de recursos financeiros com os restantes agentes económicos, foi ontem anunciado.

29/07/2020  Última atualização 10H33
DR


“Ao introduzir a Taxa de Custódia sobre o excesso de liquidez dos bancos comerciais, o Banco Nacional de Angola visa incentivar o aumento do nível de intermediação de recursos financeiros entre a banca comercial e os restantes agentes económicos, com o objectivo subjacente de estimular a actividade económica”, justifica o regulador num comunicado.

A decisão foi tomada, ontem,pelo Comité de Política Monetária (CPM) do Banco Nacional de Angola, que analisou o comportamento recente dos principais indicadores económicos, “numa conjuntura que continua afectada negativamente pela pandemia da Covid-19”.
Desta análise sobressaiu a persistência dos factores de risco para a inflação, tendo presente as incertezas em torno da pandemia e os efeitos monetários das medidas de estímulo.

O BNA decidiu assim manter várias das orientações já adoptadas: manter a taxa de juro básica em 15,50%; a Facilidade Permanente de Cedência de Liquidez em 15,50%; e a Facilidade Permanente de Absorção de Liquidez, com maturidade Overnight, em 0%; manter os coeficientes das reservas obrigatórias em moeda nacional e estrangeira em 22% e 15%, respetivamente; manter a taxa de juro da Facilidade Permanente de Absorção de Liquidez, com maturidade de 7 dias a 7%.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Economia