Política

Bié tem um bom ritmo de execução do PIIM

A ministra das Finanças, Vera Daves, afirmou, ontem, que a província do Bié tem “um bom ritmo de execução das obras do Plano Integrado de Intervenção nos Municípiso(PIIM)”.

10/09/2021  Última atualização 07H35
Ministério das Finanças para ajudar o Governo Provincial © Fotografia por: Edson Fabrízio | Edições Novembro
Vera Daves constatou, ontem, no Bié, a execução física e financeira das obras inseridas no  Plano Integrado de Intervenção nos Municípios (PIIM) e no Programa Integrado de Desenvolvimento Local e Combate à Fome e à Pobreza.

"Nós saudamos essa velocidade e estaremos sempre disponíveis para ajudar o Governo da Província para que o PIIM no Bié continue a ser implementado a bom ritmo”, disse Vera Daves.

No Cuito, a ministra das Finanças manteve um encontro com o governador da província, Pereira Alfredo, administradores municipais e dirigiu a reunião técnica com os quadros e técnicos do GEPE  e empresários locais. 

Quanto às obras paralisadas, por falta de pagamentos, a ministra das Finanças disse que tem sido reportado tudo que se passa, de acordo com a planificação. "Em caso de constrangimentos, estamos aqui para ouvir e dar solução”, garantiu.

Vera Daves constatou o andamento das obras do Hospital Provincial do Bié, da Sé Catedral do Cuito, do Cemitério Monumento Memorial dos Mártires, uma escola de 20 salas de aula, o Guiché Único de Empresas e a Academia de Artes.

O governador do Bié, Pereira Alfredo, apresentou os projectos que precisam de mais financiamentos ou por financiar e pediu verbas para os sectores de energia e águas. "Temos um programa de electrificação das sedes municipais e a construção da mini-hídrica de Camacupa, que aguardam por financiamento”, disse Pereira Alfredo.

Segundo Pereira Alfredo, a província do Bié é a menos electrificada do país, apesar de receber energia da barragem de Laúca. "Gostaríamos de ter uma linha que possa assegurar a distribuição de energia aos nove municípios e assim vermos o desenvolvimento da província”, sublinhou, considerando que a luz eléctrica "é um dos componentes que vai acelerar o desenvolvimento” da província”.

Até ao mês passado, já tinham sido gastos, em todo o país, 234 mil milhões de kwanzas, na implementação dos vários projectos. Em implementação desde Junho de 2020, o PIIM tem como objectivo geral materializar acções inseridas no Programa de Investimento Públicos (PIP) nos 164 municípios.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Política