Regiões

Bié pode ser um destino de investimentos agrícolas

A cidade do Cuito fez parte dos lugares de passagem de uma comitiva de turistas de nacionalidades holandesa, sul-africana, francesa, alemã, italiana e dinamarquesa, que tem como objectivo conhecer alguns pontos turísticos das províncias do Moxico, Bié, Huambo e Benguela, bem como inteirar-se das potencialidades económicas, sociais e culturais no país para eventuais investimentos.

20/07/2022  Última atualização 10H18
Vista parcial da cidade do Bié © Fotografia por: DR

Esta terça-feira, os turistas que se fazem transportar no comboio de Luxo "Rovos Rail” fizeram uma paragem na cidade do Cuito, onde visitaram alguns locais de referência da cidade, nomeadamente o largo Espelho d’Água – também conhecido por Jardim Pouca Vergonha -, e a Ombala Ekovongo, um lugar histórico da província do Bié.

Depois de terem passado pela Zâmbia, Congo Brazzaville e Tanzânia, Angola é a última paragem do comboio Rovos Rail. Os turistas, na maioria milionários com negócios muito bem sedimentados na Europa, Ásia e em quatro países da zona Austral africana, entre os quais África do Sul e Botswana, estiveram, entre domingo e segunda-feira, no Luau e Luena.

Os visitantes devem permanecer na província do Huambo até amanhã, mas é na cidade do Lobito onde têm uma agenda muito mais expressiva, na vertente económica, com visita às estruturas do Caminho de Ferro de Benguela e do Porto do Lobito.

Na província do Bié, o investidor e membro da luxuosa composição turística Rovos Rail, o sul-africano Nicolas Scout, disse ao Jornal de Angola que não coloca de parte investimentos nas áreas da agricultura e do turismo.

"Angola é um país que sempre me encantou. Já estive em várias ocasiões, mas a que mais me marcou aconteceu em 2019, quando pela primeira vez trouxemos para cá o Rovos Rail. Aqui mantivemos contactos económicos, mas a pandemia da Covid-19 atrasou a minha pretensão de investir. Mas acredito que, em 2023, daremos um passo significativo neste sentido", disse.


Algemira Fortuna|Cuito            

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Regiões