Regiões

Bié acolhe a Feira da Batata Rena em Agosto

O Ministério da Agricultura e Florestas elegeu hoje o município do Chinguar, na província do Bié, para albergar a Feira da Batata Rena, cuja abertura está prevista para 8 de Agosto.

22/06/2019  Última atualização 18H46
Angop © Fotografia por: Já foram colhidas duas mil toneladas de batata rena

A Angop refere que o anúncio foi feito pelo secretário de Estado da Agricultura e Florestas, André de Jesus Moda, no âmbito do encerramento da campanha agrícola 2018/2019, tendo afirmado que a escolha deve-se ao facto de o município do Chinguar ser actualmente um dos maiores produtores desse tubérculo.

André de Jesus Moda, que não definiu o número de participantes, assegurou que a realização da Feira da Batata Rena pode estimular os camponeses a aumentarem, cada vez mais, a produção não só para o consumo interno, mas também para exportação.

Por sua vez, o governador do Bié, Pereira Alfredo, que enalteceu o gesto do Ministério da Agricultura e Florestas, destacou o desempenho dos agricultores da província, principalmente do Chinguar, apostados na maximização da batata em cada época agrícola.

A batata rena é mais produzida no Chinguar, a 75 quilómetros a Oeste do Cuito. A vila, com uma extensão de 3.300 quilómetros quadrados, e 117.470 habitantes, adquiriu essa categoria a 15 de Agosto de 1971.

Na região, verifica-se o cultivo três vezes ao ano, com o recurso à água por meio do sistema de irrigação.

O cultivo da batata rena é mais frequente na época do cacimbo, entre os meses Abril e Outubro, devido à fraca incidência de doenças nesta época. Já na época chuvosa, a produção baixa devido aos custos de produção no que respeita a fitofármacos, fruto da incidência de pragas e doenças que se ampliam nesta altura.

Em Março deste ano, foram já colhidas duas mil toneladas de batata rena, mais mil em relação à produção do último trimestre de 2018, em 63 hectares, sendo que até Setembro próximo, os camponeses perspectivam colher mais de oito mil toneladas.

 

 

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Regiões