Mundo

Biden e Macron reúnem para resolver tensões diplomáticas

O Presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, e o homólogo francês, Emmanuel Macron, concordaram, ontem, em reunir em Outubro e iniciar um processo de consulta para reduzir a tensão diplomática provocada pelo caso dos submarinos australianos.

23/09/2021  Última atualização 05H20
© Fotografia por: DR
Num comunicado conjunto após uma conversa telefónica, os dois líderes anunciaram que se encontrarão "na Europa, no final de Outubro” e que o embaixador francês em Washington, convocado para consultas na semana passada, regressará ao cargo na próxima semana.
 "Os dois líderes concordaram que a situação pode beneficiar com consultas abertas entre aliados”, acrescentou o comunicado, referindo-se aos protestos de Paris sobre a falta de aviso prévio sobre o pacto de defesa entre os Estados Unidos, Austrália e Reino Unido. 

O documento conjunto diz ainda que os Estados Unidos "reafirmam que o comprometimento da França e da União Europeia na região do Indo-Pacífico é de importância estratégica”, revelando que os dois líderes estão alinhados sobre a postura dos aliados nesta zona do globo, sob forte influência da China.

Biden reconhece os motivos de descontentamento de Macron, pela falta de diálogo com os aliados sobre o pacto de defesa que envolve EUA, Reino Unido e Austrália, com a venda a Camberra de tecnologia para a construção de submarinos de propulsão nuclear.



Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Mundo