Mundo

Biden apanhou a terceira dose da vacina

O Presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, de 78 anos, recebeu esta segunda-feira a terceira dose da vacina contra a Covid-19, em directo na televisão, para encorajar os norte-americanos elegíveis a fazerem o mesmo.

27/09/2021  Última atualização 22H02
© Fotografia por: DR

Os Estados Unidos autorizaram na semana passada a inoculação com uma terceira dose de reforço da vacina Pfizer contra o coronavírus SARS-CoV-2 para as pessoas com idade a partir dos 65 anos, bem como para aquelas "em risco”, inclusive devido a um trabalho que as expõe particularmente ao vírus.

"Sei que ninguém diria, mas tenho mais de 65 anos”, brincou o Presidente norte-americano, numa breve declaração antes de levar a injecção.

Ainda como Presidente eleito, antes de tomar posse, Joe Biden levou as duas primeiras doses da vacina a 21 de Dezembro de 2020 e 11 de Janeiro deste ano, também transmitidas em directo pela televisão para encorajar a população a vacinar-se.

Cerca de 77% dos adultos norte-americanos receberam, até agora, pelo menos uma dose da vacina.

"Os reforços são importantes, mas a coisa mais importante que podemos fazer é vacinar mais pessoas”, declarou o chefe de Estado.

Biden desloca-se na quarta-feira a Chicago "para dizer por que é tão importante que mais empresas imponham a vacinação obrigatória”, explicou.

Esse tipo de obrigação, que não foi imposta ao nível federal nos Estados Unidos, é visto como um importante instrumento para aumentar o número de pessoas imunizadas.

O Presidente norte-americano precisou que a primeira-dama, Jill Biden, também receberá uma dose de reforço da vacina anti-Covid-19.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Mundo