Regiões

Bengo: Operadores de transportes recebem viaturas

Edvaldo Lemos | Bengo

Jornalista

Um total de 10 viaturas foi distribuído, nesta terça-feira, em Caxito, província do Bengo, aos operadores de transportes de mercadorias, no âmbito do Programa Integrado de Desenvolvimento do Comércio Rural (PIDCR).

07/06/2022  Última atualização 17H30
© Fotografia por: Edmundo Eucílio

O secretário de Estado para o Comércio, Amadeu Nunes, que fez a entrega dos meios, durante o lançamento do Plano de Apoio aos Operadores de Transportes de Mercadorias na província, salientou que a iniciativa vai possibilitar movimentar mais de um milhão e setecentas mil toneladas de mercadorias por ano, e criar oportunidades de emprego a mais de mil jovens.

"Mais de 90 por cento dos produtos consumidos no país provém dos campos agrícolas, através da agricultura familiar”, afirmou o secretário de Estado para o Comércio, Amadeu Nunes, tendo sublinhado que há, neste sentido, a oportunidade do desenvolvimento da cadeia nacional de distribuição rural e, consequentemente, a implementação de armazéns rurais integrados, que vão contar com uma componente micro, dedicada à conservação e processamento de diversos produtos do campo.

A governadora do Bengo, Mara Quiosa, disse que o Executivo aposta fortemente na implementação de políticas públicas de apoio à produção nacional. Referiu que o acto de lançamento do Plano de Apoio aos Operadores de Transportes de Mercadorias demonstra o compromisso ora assumido pelo Governo, com os agricultores da província.

"Estamos a entregar, hoje, dez carinhas. Mas nos próximos dias teremos mais dez, para que ninguém se sinta fora do processo que visa tirar os produtos dos campos agrícolas para as cidades. Queremos distribuir as viaturas nos seis municípios da nossa província”, frisou.

Mara Quiosa lembrou que a província do Bengo é grande produtora de tubérculos, como a mandioca e a batata-doce, e garantiu que os meios distribuídos vão melhorar o processo de escoamento dos produtos na região.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Regiões