Política

BDA tem nova administração

Henda Inglês deixou de ser presidente do Conselho de Administração do Banco de Desenvolvimento de Angola (BDA), tendo sido substituído, ontem, por António Sozinho.

03/10/2020  Última atualização 09H36
DR


Segundo uma nota da Casa Civil do Presidente da República, João Lourenço assinou, ontem, um decreto a exonerar o Conselho de Administração do BDA.

Cessaram funções, além do presidente do Conselho de Administração, Henda Inglês, os administradores executivos Mariana José de Aragão, Elizabete Kinanga e Samahina Saúde.
Os administradores não execuitivos Amândio Vaz Velho, Aníbal Rocha, Leonel da Silva, Constantino dos Santos e Adérito Correia também cessaram, ontem, funções.
O Presidente da República nomeou novo Conselho de Administração para o BDA integrado por António Sozinho - administrador não executivo e presidente do Conselho de Administração -, Samahina Saúde, Leonel da Silva, Constantino dos Santos e Aníbal Rocha, como administradores não executivos.

Comissão Executiva

Para a Comissão Executiva, foram nomeados Henda Inglês, administrador executivo e presidente da Comissão, e os administradores executivos Elizabeth Kinanga, Mariana Aragão e Clemente Paulo.
O Banco de Desenvolvimento de Angola é uma instituição financeira pública criada ao abrigo do Decreto 37/06 de Julho de 2006, com o objectivo de apoiar o crescimento económico sustentado do país.
O BDA está orientado para o aumento da riqueza nacional, a melhoria contínua do bem-estar das populações e a construção e consolidação da economia do país. Nesta perspectiva, o BDA constitui-se num instrumento privilegiado para o financiamento do desenvolvimento da economia nacional, à luz do Programa de Desenvolvimento Económico e Social do Governo e da Estratégia Nacional de Desenvolvimento de Longo Prazo.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Política