Cultura

Bandas mostram talento no Muzonguê

Analtino Santos

Jornalista

Os Jovens do Prenda, Os Kiezos e Suzanito foram as principais atracções da “farra” realizada no domingo, no Centro Recreativo e Cultural Kilamba, em Luanda, em mais uma edição do Muzonguê da Tradição, para saudar o 1 de Maio, Dia do Trabalhador.

03/05/2022  Última atualização 11H25
Jovens do Prenda juntaram duas gerações de instrumentistas para dar qualidade ao concerto © Fotografia por: Agostinho Narciso | Edições Novembro

Os convidados deram ao público uma verdadeira "festa da música angolana”, num concerto, considerado por muitos dos frequentadores do recinto, como um "trumunu” entre duas das maiores bandas da capital. 

Como habitual, os Kiezos abriram o espectáculo com o tema "Obrigado Meu Amigo”, com Hildebrando Cunha a dar ritmo à criação de Marito. Depois foram interpretados os sucessos aguardados pelos fãs do conjunto e dançados por todos.

Os Kiezos fizeram igualmente questão de interpretar alguns temas conhecidos nas vozes de Vate Costa, Juventino, Toni do Fumo, Zecax, Juventino, com realce para "Kia Sabalú”, "Monami Mesená”, "Rosa Rosé”, "Milhorró” e "Princesa Rita”, cantados por Manuelito e Zé Manico.

O espírito de camaradagem que sempre existiu entre as duas formações ficou vincado no tema "Júlia”, original de Adolfo Coelho, um dos fundadores dos Kiezos acompanhado pelos Jovens do Prenda, com interpretação de Zé Manico.

Suzanito, o convidado dos Kiezos, foi chamado a cantar temas de Nick, músico que segundo Didi da Mãe Preta foi lançado pelos Jovitos. O cantor respondeu as expectativas dos fãs em temas como "Zungulubé” e "Avó Kumbi”.

Os Jovens do Prenda começaram a actuação ao som do instrumental "Manhã de Domingo”, com António Imperial "Baião” em grande. Numa formação onde a experiência dos veteranos e a ousadia dos jovens reforçou o ambiente da festa e a qualidade sonora, a viagem musical inclui temas como "Ngongo”, "Bela”, "Nga Zuá”, "Ndandu”, "Waxibaba”, "Kikola” e "Lucinda”, nas vozes de Toni do Fumo Filho, Miau, Esteves Bento, Zé Luís, João Daloba e Baião.

Durante o espectáculo, os músicos mostraram solidariedade com Augusto Chacaya, o vocalista principal da banda, pela morte da mãe, Teresa António Manuel "Avó Teté”, aos 104 anos.

Dom Caetano foi outro dos convidados e cantou  êxitos do tempo dos Jovens do Prenda, como "Tia”.

No final, os artistas participantes, como Gegé, dos Kiezos, e Didi da Mãe Preta reconheceram a importância de projectos como o Muzonguê da Tradição.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Cultura