Economia

Banco Sol reconhece fragilidades

O Banco Sol anunciou, quarta-feira(18), em Luanda, a recuperação de mil milhões de kwanzas retirados de forma fraudulenta de contas de clientes, em operações detectadas a 26 de Março, reconhecendo que “fragilidades e vulnerabilidades internas permitiram a ocorrência”.

19/05/2022  Última atualização 08H25
© Fotografia por: DR

Em comunicado enviado à nossa Redacção, o banco declara que os falsários já estão detidos e realça a eficácia do seu sistema de segurança, indicando que a fraude só foi consumada porque "contaram com a conivência de trabalhadores” da instituição que quebraram os procedimentos internos.

No documento, o Banco Sol reitera o dever de sigilo e confidencialidade em relação  aos clientes que viram as contas envolvidas na fraude e insiste em que a maior parte dos valores foram recuperados por intermédio dos métodos de controlo implementados no âmbito dos procedimentos de segurança.

O Conselho de Administração reafirma, no comunicado, o compromisso da instituição  em aperfeiçoar a gestão dos riscos e melhorar o nível de prestação de serviços, de forma a manter o desempenho no apoio às empresas e às famílias.

O comunicado segue-se a um anúncio emitido pelo SIC, há uma semana, da detenção de sete funcionários do banco suspeitos do furto demais de 958 milhões de kwanzas, aos quais Ministério Público aplicou a prisão preventiva como medida de coação.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Economia