Sociedade

Banco de Leite Humano expande os serviços

Edna Mussalo

Jornalista

O Banco de Leite Humano (BLH) começa a expandir os serviços a partir de sexta-feira, dia 5, com a inauguração da nova sala para a recolha de leite no Hospital Geral de Luanda, informou, esta segunda-feira, a coordenadora da instituição.

02/08/2022  Última atualização 08H38
Espaço está a criar condições para atender os bebés de todo o país, com a abertura de salas de recolha de leite materno © Fotografia por: DR

Elisa Gaspar disse que o objectivo é levar este projecto a todas as províncias do país. "Este é um primeiro passo neste sentido”, adiantou, acrescentando que a mesma qualidade apresentada no BLH, na Maternidade Lucrécia Paim, vai ser instaurada na nova sala. "O leite das dadoras depois de colhido vai ser levado para o BLH, onde passará por análises e controlo de qualidade. Só após esse processo pode ser dado aos bebés do Hospital Geral”, explicou.

Numa altura em que se celebra, desde ontem, a Semana do Aleitamento Materno, cujas celebrações decorrem até sexta-feira, a coordenadora da instituição considera essencial a criação de projectos como o BLH, pela importância na preservação da vida dos recém nascidos.

"A sensibilização deve ser contínua e não tem estado parada, pois temos aconselhado muitas mulheres a ir até a Maternidade Lucrécia Paim contactar o BLH para fazerem a doação, pois para os bebés o leite materno é vida” apelou.

 
A data

A directora da Maternidade Lucrécia Paim, Lígia Alves, disse que a Semana do Aleitamento é celebrada em 120 países, com o objectivo de sensibilizar as pessoas para a importância do leite materno.

Os benefícios do leite materno, referiu, são essenciais para os bebés, tendo, por isso, reconhecido o papel do BLH. "É uma forma de incentivar a amamentação, através de um serviço especializado, criado com o objectivo de ajudar nados prematuros internados no serviço de neonatologia, ou com baixo peso”, disse, além de enaltecer a importância para as comunidades.

A sub-inspectora do Serviço de Protecção Civil e Bombeiros, Maria Matende, uma das dadoras de leite materno há quase um ano, foi distinguida ontem, com o título de "musa do banco”, pelo número de doações, durante o acto de abertura das celebrações da Semana do Aleitamento Materno.

A bombeira disse que aceitou a causa depois de uma visita ao BLH, finda a qual ficou comovida ao ver crianças que precisavam de leite. "Como estava a amamentar, abracei a causa”.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Sociedade