Economia

Banco de Crédito do Sul: BCS financia 15 projectos

Um conjunto de 15 projectos virados para a avicultura, agricultura e indústria de carnes é financiado, ainda este ano, pelo Banco de Crédito do Sul (BCS), anunciou a administradora daquela instituição bancária.

12/08/2022  Última atualização 10H48
Administradora Odyle Cardoso (à esquerda) no stand do BCS © Fotografia por: Arimateia Baptista | Edições Novembro | Huíla

Odyle Cardoso, que prestou a informação ao Jornal de Angola, na Expo-Huíla, disse que o BCS está aberto a financiar projectos nos mais variados sectores da economia angolana.

"Felizmente, a nossa carteira tem vindo a crescer. Em 2021, o banco teve um crescimento no volume de depósitos de cerca de 80 por cento, o que nos deixa muito orgulhosos”, adiantou, acrescentando que o número de clientes também está a crescer de forma satisfatória.

A gestora bancária disse que os ganhos representam a confiança dos clientes nos serviços do banco e garantiu que o BCS está a melhorar com a aprendizagem obtida do empresariado local.

Lembrou que o BCS é de matriz originária da Huíla e, para a edição de 2022 da Expo-Huíla, está a apresentar o compromisso com a província, região Sul e o país em geral, em acções que visam contribuir no alavancar e crescimento da economia.

"E na Huíla foram criados os nossos alicerces de visão bancária e é aqui onde temos o dever e a obrigação de apoiar o empresariado local”, afirmou, recordando que o banco foi distinguido, recentemente, pelo Ministério da Economia e Planeamento com o prémio do Programa de Apoio à Produção, Diversificação das Exportações e Substituição das Importações (PRODESI”) o que demonstra a aposta e apoio à economia local.

Odyle Cardoso reiterou que o banco assumiu o compromisso de crescer e contribuir para que a economia do país se torne mais forte e indicou que o BCS está empenhado no fomento à produção nacional por intermédio do PRODESI e, nesse âmbito, está aberto a financiar os projectos sustentáveis.

"Esperamos que os empresários nos desafiem a encontrar os caminhos que vão tornar viáveis estes projectos e sonhos do empresariado local”, convidou.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Economia