Economia

Banca concede 266,50 mil milhões para 80 projectos

Ana Paulo

Jornalista

A banca comercial desembolsou, no período de Janeiro a Agosto, um montante de 266,50 mil milhões de kwanzas, a favor de 80 projectos aprovados em vários sectores de actividade.

08/09/2021  Última atualização 10H37
© Fotografia por: DR
Os dados foram apresentados, ontem, no briefing bissemanal, referente às actividades realizadas entre 30 de Agosto e 03 de Setembro, pelo secretário de Estado para o Planeamento.

Milton Reis disse que, no período citado, foram aprovados mais nove novos projectos, avaliados em 6,7 mil milhões de kwanzas.

Os mesmos projectos foram recebidos e apoiados pelos bancos Angolano de Investimentos (BAI), com cinco (5), Fomento Angola (BFA), com três (3) e o Internacional de Crédito (BIC), com um (1), distribuídos nos sectores da Agricultura, com seis (6), Indústria Transformadora, com dois (2) e Pesca Marítima, com um (1).

Quanto à distribuição territorial, os projectos financiados são das províncias do Bengo, com cinco (5), Luanda, com dois (2), Cuanza-Norte e Malanje  ambos com um (1) cada.

De acordo com o secretário de Estado, Milton Reis, actualmente, estão em negociação  na banca um total de 46 projectos, sendo que o Aviso 10/20, do Banco Nacional de Angola (BNA), surge com 35 e o Projecto de Apoio ao Crédito (PAC), com 11, respectivamente.
 
Apoio ao produtor

Em relação ao processo de registo no Portal  da  Divulgação  da  Produção  Nacional (PPN), o mês de Agosto terminou com um resultado de 19.279 produtores inseridos, muito acima dos 13.960 do mês de Julho, gerando um diferencial de mais seis mil cadastrados só num mês, isso incluindo os 1.412 registados na semana passada.

Por província, no PPN, a Huíla destaca-se com 3.837 produtores, seguida por Malanje, com 2.704; Bié surge com 1.718; Huambo com 1.594; Luanda com 1.226; Cuanza Norte com 1.154 e Cunene com 1.065. As restantes apresentam um registo abaixo dos mil produtores até ao momento.

Por categorias, a produção de cereais lidera com 10.589 produtores registados, se-guida de raízes e tubérculos, com 9.809; leguminosas e oleaginosas com 9.294; hortícolas têm 6.456; frutas com 4.077 e a indústria alimentar com 1.113. Há ainda um registo global de outros sectores da agricultura, que reúnem 1.788 produtores controlados.
 
Seis produtos exportados rendem USD 33,28 milhões

 A exportação de seis produtos "Feitos em Angola" gerou ao país, no período de oito meses, um encaixe de 33,28 milhões de dólares.

O valor resulta da remessa de cimento (15,36 milhões), cerveja (7,34 milhões), embalagens  de vidro (3,65  milhões), banana (2,73 milhões), sumos e refrigerantes (2,46 milhões) e o açúcar (1,74 milhões).

Quanto aos importados, os números cifram-se em 557,77 milhões de dólares norte-americanos, destacando-se produtos como a carne de frango, com 134,07 milhões; arroz, com 114,21 milhões; açúcar, com 92,52 milhões; óleo alimentar, com 83,61 milhões; óleo de palma, com 80,59 milhões e leite, com 52,77 milhões.

Segundo dados do secretário de Estado para o Planeamento, no sector de exportação, os produtos  expedidos tiveram como mercados de destino, o Congo (Brazzaville), República Democrática do Congo, Camarões, Ghana, Senegal e Portugal. Já às exportações, os mercados de realce foram Brasil, Estados Unidos, Índia, Malásia, Indonésia e Portugal.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Economia