Regiões

Bairros sem contadores de consumo de água

A falta de contadores nos bairros Helena de Almeida, Câmara, Popular e na comuna do Cunje tem facilitado o garimpo de água, segundo o presidente do Conselho de Administração da Empresa de Águas e Saneamento (EAS) no Bié, Menezes Chamale.

30/10/2019  Última atualização 08H45
Edições Novembro © Fotografia por: Cidade do Cuito tem novo centro de captação de água

O responsável disse que alguns moradores dos referidos bairros têm contrato e revendem a água aos que possuem reservatórios (tanques) de grande capacidade. 

Menezes Chamale fez saber que foi criada uma área para a sensibilização dos moradores no sentido de terem a cultura de pagar a água que consomem. “As empresas de água e saneamento em todas as províncias são actualmente independentes na criação de políticas de funcionamento, bem como na aquisição de reagentes e produtos químicos para a água, manutenção dos meios e pagamento dos funcionários”, lembrou .
O centro urbano da cidade do Cuito é abastecido pela antiga captação de água do rio Cussola, que não suporta a procura populacional, explicou o presidente do Conselho de Administração da EAS no Bié.

Canalização
Moradores do bairro periférico Santo António, adjacente ao centro da zona urbana do Cuito, já têm água canalizada, na sequência da inauguração da nova captação de Kuque-ma, aquando da visita ao Bié do Presidente da República, João Lourenço.
O PCA da EAS no Bié esclareceu que os moradores dos bairros Azul I, II, Militar, Njele e Santo António devem apenas fazer os contratos para que a água jorre nas torneiras de suas casas.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Regiões