Regiões

Bairros da Lunda-Norte livres do analfabetismo

Armando Sapalo | Dundo

Jornalista

Os municípios do Chitato, Cambulo, Cuango e Lucapa, na província da Lunda-Norte, estão, desde 2018, com alguns bairros livres do analfabetismo, fruto das acções desenvolvidas pelas autoridades do Sector da Educação, no quadro da revitalização do processo de alfabetização.

06/09/2022  Última atualização 09H42
Aulas têm ajudado a aumentar o número de alfabetizados © Fotografia por: Edições Novembro

A garantia foi dada pelo coordenador provincial da Educação de Jovens e Adultos do Gabinete Provincial da Educação, António Taquia, acrescentando que, nos municípios em referência, o programa teve êxito nas zonas do Candjamba (Chitato), Serração Malengue e Satxicucu (Cambulo), Kambamba em Cafunfu, Quinongue na co-muna de Luremo (Cuango), bem como em Veiga e Roque, no município do Lucapa. 

Acrescentou que o facto de alguns bairros de quatro dos dez municípios com maior densidade populacional da Lunda-Norte terem declarado baixo nível de analfabetismo demonstra a importância do programa que visa acabar com o analfabetismo e promover a inclusão social e produtiva de inúmeras famílias. 

António Taquia disse que, em termos globais, desde o início da Revitalização da Alfabetização, 218.356 cidadãos, entre os quais 129.204.00 mulheres, já aprenderam a ler e escrever.  

"Só no ano lectivo 2021/2021, ao todo 5.410 jovens e adultos com atraso escolar e baixo nível de escolaridade aumentaram os seus conhecimentos. As mulheres foram as que mais aderiram ao programa”, disse António Taquia, acrescentando que, actualmente, devido à rescisão contratual com 527 alfabetizadores, trabalha-se apenas com parceiros sociais, como Serviços Prisionais, Sétima Unidade da Polícia de Guarda Fronteiras e a Organização Não-Governamental  Ajuda de Desenvolvimento de Povo Para o Povo (ADPP). 

"A dívida com os alfabetizadores já foi paga, estando em curso um processo de preenchimento de 40 vagas, no quadro de um financiamento do Banco Mundial, inserido no programa de empoderamento de raparigas com atraso ou desistência escolar”, adiantou. 

Segundo António Taquia, numa primeira fase, os novos alfabetizadores vão ser colocados nos municípios do Chitato e Cambulo. Na sequência do programa, acrescentou, técnicos do Gabinete Provincial da Educação vão deslocar-se à cidade de Saurimo, na Lunda-Sul, para participarem de uma acção de capacitação para formadores. 

"No âmbito da colaboração com os novos parceiros sociais, o processo é agora assegurado por 102 alfabetizadores e igual número de centros espalhados em vários municípios da Lunda-Norte”, concluiu António Taquia.  

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Regiões