Regiões

Bairro Casseque II sem energia e água

Moradores do bairro Casseque II, arredores da cidade do Huambo, manifestam-se agastados com a falta de energia eléctrica, água e outras necessidades básicas, bem como com o facto de muitas crianças terem de percorrer longas distâncias para chegar à escola.

07/07/2019  Última atualização 09H31
Domiano Fernandes| Edições Novembro © Fotografia por: Panorâmica do Huambo onde muitos bairros têm dificuldades

As escolas IMAG e IMA, de acordo com Gregório Funete, morador do bairro Casseque II, são os únicos estabelecimentos que beneficiam do fornecimento de energia eléctrica, estando o bairro às escuras há muitos anos, situação que tem provocado transtornos aos moradores. 

Segundo Gregório Funete, já foram feitos no bairro trabalhos de extensão da rede de energia eléctrica, mas “a luz é bastante fraca”.“É muito difícil para uma dona de casa viver sem luz. Não conseguimos conservar os frescos e ir todos os dias ao mercado não é fácil”, lamenta Josefa Jamba, outra moradora do Casseque II.
Martins Chimbande, também morador do Casseque II, solicita a construção de mais escolas, para que as crianças deixem de percorrer longas distâncias, até aos bairros Dango e Casseque I, para estudar.
A instalação de uma esquadra da Polícia Nacional, uma representação da administração do Estado e um posto de atendimento da ENDE - Empresa Nacional de Distribuição de Energia, são outras necessidades apontadas pelos moradores.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Regiões