Economia

BAI Microfinanças inicia processo de liquidação

Vânia Inácio

Jornalista

O Banco Angolano de Investimentos (BAI) anunciou, esta quinta-feira, a fase de liquidação do BAI Microfinanças (BMF), depois da dissolução voluntária desta última instituição e de duas tentativas falhadas de alienação, segundo o representante da Comissão Liquidatária do banco, Zembo Macedo.

23/09/2022  Última atualização 16H07
© Fotografia por: DR
O responsável disse à imprensa que os depositantes do BMF poderão, no prazo de 30 dias, transferir os depósitos para os bancos indicados, com os financiamentos bancários a serem remetidos para o BAI.

O BMF começou a fase de liquidação com as publicações exigidas e o cumprimento dos procedimentos legalmente previstos, algo iniciado a 7 de Setembro do ano em curso, assim como o registo da deliberação dos accionistas que, em Assembleia Geral, realizada no dia 9 de Agosto de 2022, decidiu a dissolução voluntária e liquidação.

De acordo com Zembo Macedo o BMF tem, actualmente, uma carteira de crédito líquido de mais de 400 milhões de kwanzas, devendo o concedido aos colaboradores ser perdoado. 

Com a dissolução já em curso, nos termos da Lei 05/15 de 15 de Junho - Lei Geral do trabalho, dá-se a extinção dos contratos de trabalho dos 198 colaboradores, afectos a 21 agências implantadas em diferentes províncias.

Zembo Macedo disse que, não obstante o contexto extremamente desafiante, o BMF reconhece que os resultados alcançados traduzem o esforço e dedicação de cada um dos seus colaboradores, tendo assegurado, na ocasião o perdão total dos créditos dos trabalhadores, bem como a manutenção dos seguros de saúde até Junho de 2023. 

A lista provisória dos credores está disponível para consulta na sede do banco e na Academia BAI, em Luanda, ao passo que para os depositantes estes deverão remeter à Comissão Liquidatária os dados da conta bancária para onde pretendem transferir os seus depósitos, através do endereço.

Na ausência do envio de tal informação, os depósitos serão automaticamente transferidos para a conta de custódia no Banco Angolano de Investimento (BAI).

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Economia