Sociedade

Avô de 64 anos viola neta de 13

André da Costa

Jornalista

O Serviço de Investigação Criminal (SIC) apresentou, terça-feira (25), à imprensa, na cidade do Lobito, província de Benguela, um cidadão, de 64 anos, acusado de violação sexual a uma neta de 13 anos. O indivíduo, cujo nome o SIC omitiu por respeito à presunção de inocência, segundo o porta-voz da instituição em Benguela, Vitorino Kotingo, foi detido na segunda-feira.

26/01/2022  Última atualização 09H36
© Fotografia por: DR
No briefing com a im-prensa, o SIC apresentou ainda um jovem de 20 anos, acusado de engravidar uma menor de 11 anos. O crime, segundo Vitorino Kotingo, data de Novembro de 2021, mas, por ter fugido às autoridades, o presumível autor só agora foi detido, no cumprimento de um mandado de captura, emitido pelo procurador da República junto ao SIC/ Lobito.

Em declarações à imprensa, o presumível autor da gravidez disse, sem sinais de arrependimento, que mantinha uma "relação de namoro” com a criança. Trata-se, segundo o jurista Adilson Calombo, de um crime previsto e punível no ordenamento jurídico angolano com uma moldura penal que vai dos cinco a 15 anos de prisão.

Para esclarecer crimes de autoria desconhecida, segundo Vitorino Kotingo, a corporação realizou, nos últimos cinco dias, no Lobito, uma mega-operação nos bairros Santa Cruz, 27 de Março, Alto Esperança, bairro da Luz e Morro da Rádio, que resultou na detenção de 12 indivíduos, com idade compreendida entre 19 e 34 anos, suspeitos de envolvimento em actividades delituosas. 

Durante a operação, disse, foi desmantelado um grupo de três cidadãos, que fazia assaltos à mão armada na calada da noite, nos bairros suburbanos da cidade do Lobito. Entre os meios apreendidos estão uma arma do tipo AKM, carregada com 34 munições, uma pistola de fabrico artesanal, uma viatura de marca Hyundai, mo-delo IX35, aparelhos de som e produtos alimentares.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Sociedade