Economia

Aviação Civil de Angola quer ser motor da região

O ministro dos Transportes, Ricardo Viegas D'Abreu, disse em Luanda, que o sector da Aviação Civil de Angola pode desempenhar um papel fundamental para o crescimento económico e ser o motor do desenvolvimento da região Austral.

28/11/2022  Última atualização 08H29
Ministro dos Transportes, Ricardo Viegas D'Abreu © Fotografia por: Arquivo

Ao discursar no acto que marcou o primeiro aniversário da Autoridade Nacional da Aviação Civil (ANAC),  o ministro Ricardo Viegas D'Abreu enalteceu o empenho da ANAC, tendo destacado os desafios.

"O sector da Aviação Civil de Angola pode jogar um papel fundamental para o nosso crescimento económico, com vista à diversificação da nossa economia, e para ser um motor de desenvolvimento desta região e que não estávamos a conseguir fazer", frisou, depois de sublinhar a função da ANAC é técnica e "não política", que cabe ao Ministério dos Transportes.

O ministro mostrou-se confiante com o futuro da instituição e da Aviação Civil em Angola, tendo reconhecido que "há trabalho feito, muito profundo e um grau de confiança no futuro que nos deixa muito satisfeitos".

Na comemoração do primeiro aniversário da ANAC, estiveram  presentes os secretários de Estado da Aviação Civil Marítimo e Portuário, Emílio Londa, e dos Transportes Terrestres, Jorge Bengue, para além de membros dos Conselhos da Administração das empresas tuteladas pelo Ministério dos Transportes.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Economia