Coronavírus

Autoridades negam conclusões

As autoridades indianas rejeitaram as conclusões do estudo que refere que o número real de mortes por Covid-19 seja dez vezes maior do que os dados oficiais.

26/07/2021  Última atualização 10H02
© Fotografia por: DR
Para o Ministério da Saúde indiano, o relatório "assume que todos os números de excesso de mortalidade são mortes por Covid-19, o que não é baseado em factos e é totalmente falacioso”.

A Índia, que calculou sempre a baixa mortalidade de cerca de 1,5% causada pela covid-19, em comparação com outras nações afectadas, questiona os métodos de cálculo do CDG.

"A extrapolação das mortes foi feita na audaz suposição de que a probabilidade de que uma pessoa infectada morra é a mesma em todos os países, descartando a interação de factores directos e indirectos, como raça, etnia, constituição genómica, níveis de exposição associados a outras doenças e imunidade desenvolvida por essa população”, criticou.

Porém, o Ministério da Saúde não deu detalhes sobre as causas que poderiam ter levado ao excesso de mortes.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Coronavírus