Sociedade

Autoridade preocupada com abandono familiar

Juliana Domingos| Huambo

Jornalista

A directora do Hospital Psiquiátrico do Huambo, Celeste Loth, mostrou-se ontem preocupada com familiares que abandonam os pacientes horas depois do internamento, apesar das várias campanhas de sensibilização levadas a cabo pela unidade sanitária.

23/04/2022  Última atualização 09H15
© Fotografia por: DR

A responsável disse que o hospital psiquiátrico atende em média oitenta doentes por dia, mas a direcção até ao momento admite a preocupação com abandono destes familiares e com o défice de medicamentos. 

"Apesar das campanhas de sensibilização que a instituição promove e de algumas acções de reinserção familiares, depois de cumpridas as fases de tratamento, ainda assim, sentimos este problema de abandono dos doentes,” lamentou Celeste Loth.

 De acordo com a directora, "as psicoses orgânicas” continuam a ser as grandes causas das ocorrências no banco de urgência do hospital, seguindo-se-lhe os casos de álcool e drogas  e depois as depressões.

 Celeste Loth fez saber que o internamento antes variava entre 100 a 200 pacientes.  Nesta altura, está com uma média de mais de 15 pacientes internados, visto que há registo de muitos pacientes nas ruas. "Neste âmbito há uma orientação para o seu encaminhamento ao hospital, para o devido tratamento,” esclareceu a também médica. 

O hospital psiquiátrico do Huambo está vocacionado para o tratamento, prevenção e reinserção de pacientes com transtornos mentais e alterações de comportamentos. Na instituição, são atendidos pacientes vindos das províncias do Bié, Benguela, Cuando Cubango, Malanje e Moxico.

Celeste Loth apelou aos encarregados de educação a terem cuidado com as crianças, no sentido de dialogar e controlar os sinais de sintomas das pessoas, porque, por detrás disso há várias dependências, sendo algumas causadas por consequências negativas e pelo uso abusivo das drogas, bebidas alcoólicas, Internet, que vêm associadas com ansiedade.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Sociedade