Regiões

Aumenta o número de idosos abandonados

Fernando Neto | Mbanza Kongo

Jornalista

A província do Zaire controla 3.755 idosos abandonados pelas famílias, cujo número tende a aumentar devido à crise económica, segundo a vice-governadora para o Sector Político, Social e Económico, Fernanda Guerra.

07/12/2021  Última atualização 10H15
© Fotografia por: DR
"O Governo Provincial não está indiferente com a situação de vulnerabilidade de muitos idosos na província do Zaire”, sublinhou a vice-governadora, acrescentando que 1.957 dos 3.755 controlados pelo Gabinete Provincial da Acção Social, Família e Igualdade do Género recebem apoio, consubstanciado em três cestas básicas por ano e visitas domiciliares, para acompanhamento psicológico, estando a ser envidados esforços para que todos sejam contemplados.


Entre as políticas do Executivo para o apoio e proporcionar dignidade aos idosos, Fernanda Guerra destacou
o Programa de Combate à Pobreza e o Projecto de Transferências Monetárias "Kwenda”, que visam, essencialmente, prestar atenção às famílias em situação de vulnerabilidade.

"Estas bibliotecas vivas da província do Zaire merecem o nosso reconhecimento. Devemos reconhecer o seu contributo social, sabedoria, respeito e amor à família”, exortou.


Em função dos preconceitos contra a terceira idade, Fernanda Guerra aconselhou as famílias no sentido de assumirem um papel determinante no processo da sua inclusão social, assegurando protecção e a satisfação dos seus direitos.

Por seu turno, a directora do Gabinete Provincial da Acção Social, Família e Igualdade do Género, Isabel Salvador, considerou ser necessário sensibilizar e mobilizar a sociedade, sobretudo a camada juvenil e familiares, no sentido de mudar de mentalidade, em relação ao estigma e discriminação contra a pessoa idosa.


"A pessoa idosa constitui o pilar da sociedade, sobretudo para os africanos. Hoje somos jovens, amanhã velhos seremos, pelo que devemos tratar os idosos com dignidade, sob pena de um dia sermos nós as vítimas”, referiu.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Regiões