Economia

Atlântico reafirma plano de abertura do capital

Hélder Jeremias

Jornalista

O Banco Millennium Atlântico anunciou a manutenção do compromisso de dispersar parte do capital em Bolsa, no decorrer do presente ano, no quadro do ciclo de transformações de abertura de capital com vista a melhorar o rácio de solvabilidade, solidez e eficiência.

14/05/2022  Última atualização 10H30
© Fotografia por: DR

O Jornal de Angola soube, de fonte do banco que o compromisso foi reafirmado durante a Assembleia  Geral da instituição realizada a 27 de Abril, durante a qual foram aprovadas as contas  do exercício 2021, quando o lucro líquido ascendeu a 3,4 mil milhões de kwanzas.

Em comunicado enviado à nossa Redacção, o Atlântico declara-se "um banco sistémico e de referência", com 2,3 milhões de clientes, assim como líder em inovação digital, com 1,3 milhões de utilizadores dos seus canais digitais e 62 por cento dos processos core da actividade bancária digitalizados.

O comunicado refere, por outro lado, que a instituição conta com  uma rede de cerca de 2,3 mil pontos de venda e agentes bancários de uma plataforma de mobile banking simples, tendo abertas mais de 100 contas de inclusão financeira e mais de 130 milhões de dólares no apoio à diversificação da economia.

Os resultados líquidos de 3,4 mil milhões de kwanzas obtidos no exercício de 2021, afirma o documento, conferem, ao Atlântico a qualidade de um banco sólido e reforçaram o indicador de solvabilidade para 21 por cento, com custos operacionais que representam apenas 3,0 por cento do activo.

"Este desempenho premeia o esforço do banco na melhoria do balanço e na transformação estratégica do modelo de negócio, demonstrando a qualidade e o potencial na criação de valor para o seu ecossistema, o que torna ainda mais atractivo para potenciais investidores”, lê-se no comunicado.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Economia