Cultura

Associações de filosofia assinam acordo de cooperação

A Associação Etonista de Filosofia assinou, na sexta-feira, em Havana, um acordo de cooperação com a sua congénere de Cuba, denominada Sociedade Cubana de Investigações Filosófica. Rubricaram o documento pela parte angolana o artista plástico António Tomas Ana “Etona” e pela parte cubana, Thalia Muklan Fung Reverón.

14/11/2022  Última atualização 13H43
Artista plástico, António Tomás Ana “Etona” rubricou o acordo de cooperação pela parte angolana © Fotografia por: DR

O acordo, o primeiro do género entre as duas instituições, prevê promover encontros entre ambas as associações filosóficas com objectivo de se encontrar pontos de contactos mútuos e favoráveis para o desenvolvimento harmonioso dos princípios filosóficos, fundamentalmente os que conduzem ao avanço das sociedades de ambos os países.

As duas organizações propõem também à promover encontros bilaterais para intercâmbio de experiências, cursos de pós-graduação ou qualquer outra forma de preparação científica com a participação dos seus membros.

Tendo em conta a experiência de Cuba, afigura-se necessário apoiar o desenvolvimento técnico cientifico no domínio da pós-graduação e de outras formas de especialização dos membros da Associação Etonista de Filosofia.

O artista plástico António Tomás Ana "Etona”, patrono da Associação Etonista de Filosofia (AEF), vai participar na capital cubana de 16 a 19 deste mês no Fórum Científico de Filosofia. Organizado pela Sociedade Cubana de Investigações Filosóficas, o certame  integra um leque de actividades que visam saudar o Dia Internacional da Filosofia, que se assinala a 17 deste mês. Etona vai apresentar uma comunicação intitulada "Virtudes Etonianas”, resultante do manifesto do "etonismo”, que defende como matriz a filosofia da arte e da razão tolerante.

A Associação Etonista de Filosofia (AEF) foi proclamada recentemente, em Luanda, assumindo-se como uma organização de carácter filosófico, artístico, cultural e científico, sem fins lucrativos.

Etona é um artista angolano nascido na província do Zaire e reconhecido mundialmente. Actualmente, mora e trabalha em Angola, e sem se afastar das suas raízes, enquanto carrega a herança da arte africana, assimilou as influências da arte ocidental.

O artista plástico considera que os artistas devem ser provedores de símbolos, que devem fornecer alimento espiritual essencial que ajude os homens. António Tomás Ana (Etona) nasceu a 22 Junho de 1961 na província do Zaire, município do Soyo, em Angola. Em 1975, frequenta vários ateliers de artesãos, pintura e escultura, no Soyo.

É já em Luanda que, em 1979, é recebido como discípulo de pintura no atelier do artista João Luís de Almeida, na Ilha de Luanda, durante cinco anos.

Começou a frequentar a União Nacional de Artistas Plásticos (UNAP) em 1985, enquadrando-se na Brigada Jovem de Artes Plásticas. Um ano mais tarde é eleito coordenador da Brigada de Jovens Artistas Plásticos (BJA), instituição ligada à UNAP, de que veio a ser secretário-geral.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Cultura