Economia

Assinados contratos de USD 400 milhões

Hélder Jeremias

Jornalista

A Agência de Investimento Privado e Promoção das Exportações (AIPEX) assinou, quarta-feira(11), em Luanda, cinco contratos de investimentos com empresas nacionais e estrangeiras avaliados em mais de 400 milhões de dólares e projectados para gerar mais cerca de 900 postos de trabalho.

12/05/2022  Última atualização 09H00
Líder da AIPEX (à direita) ao assinar um contrato de investimento © Fotografia por: Armando Costa| Edições Novembro

Entre os contratos rubricados, conta-se a Refinaria de Cabinda, com a empresa Cabinda Oil Refiner, orçado em 303,3 milhões de dólares, um projecto de capital misto de origem angolana 3 maltesa, do Grupo Gema e da Sonangol, virado essencialmente para a indústria Petroquímica.

O acordo de investimento foi subscrito pelo presidente do Conselho de Administração da AIPEX, António Henriques da Silva, e pelo gerente da Cabinda Oil Refiner, Arsénio Chicolomuenho, e ocorre depois de responsáveis das duas empresas terem testemunhado o ensaio, com sucesso, da refinaria modular em Houston, Estados Unidos, com capacidade para refinar 60 barris de petróleo por dia.

Outro contrato de relevo rubricado ontem foi o Projecto Ferpinta Angola, orçado em 50 milhões de dólares e destinado à produção metalomecânica, podendo, numa primeira fase, proporcionar mais de 60 empregos directos para cidadãos nacionais e quatro para expatriados.

Foram também assinados rubricados os contratos de investimento da Articuz, no montante de 50,6 milhões de dólares, para a produção de papel de higiene e limpeza, o projecto Fabrimetal, avaliado em 21,7 milhões de dólares, para o fabrico de metais ferrosos para construção civil, bem como o Spar, que emprega 21 096 026,44 dólares no comércio e distribuição de bens alimentares.

 


Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Economia