Mundo

Assimi Goita nomeado Presidente de Transição

O Tribunal Constitucional de Mali nomeou, ontem, o coronel Assimi Goita como Presidente de Transição, depois deste ter protagonizado o segundo golpe de Estado em nove meses no país, revelou a AFP.

30/05/2021  Última atualização 06H30
© Fotografia por: DR
O coronel Goita já se havia declarado Presidente interino na quarta-feira, dois dias depois de o Presidente, Bah Ndaw, e o Primeiro-Ministro, Moctar Ouane, terem sido detidos por soldados juntamente com outros líderes do Governo de Transição. Na quinta-feira, os dois renunciaram e foram soltos.  O novo líder do Mali, numa reunião com a classe política, disse que a sua nomeação deve-se por "razões de segurança”. "Tivemos que escolher entre a estabilidade do Mali e o caos. Escolhemos a estabilidade.

Ao escolher entre a desordem e a coesão nas forças de defesa e segurança, escolhemos a coesão nas forças de defesa e segurança porque é do melhor interesse da nação ", disse Goita, que também negou a existência de uma "agenda oculta”.

Ndaw e Ouane lideraram um período de transição com a tarefa de orientar o retorno ao regime civil depois do golpe em Agosto que derrubou o Presidente eleito, Ibrahim Boubacar Keita. Apesar de ter sido ele a liderar o movimento que derrubou Keita, Goita, actuou como Vice-Presidente no Governo de Transição formado em Setembro passado.

A Comunidade dos Estado da África Ocidental (CEDEAO) discute, hoje, em Accra no (Ghana), a situação actual no Mali, estando em agenda a possibilidade de reimposição de sanções ao país, apesar de temores de desestabilização.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Mundo