Cultura

Artistas do Huambo lamentam por Tchipa

Estácio Camassete | Huambo

Jornalista

A classe artística do Huambo manifestou-se consternada com a morte prematura, por doença, do cantor Jacinto Tchipa, natural do município da Caála.

05/11/2021  Última atualização 06H20
Jacinto Tchipa © Fotografia por: Edições Novembro
Bessa Teixeira disse ter muitas saudades dos momentos partilhados com Jacinto Tchipa, na música e na frente de combate. "Era nossa missão cantar, em algumas zonas de combate, para confortar e motivar as forças militares ali estacionadas”, contou.

Justino Handanga assegura que o malogrado ainda tinha muito para dar à cultura angolana. "Os jovens poderiam aprender com este colosso da música”, lamenta, acrescentando já ter partilhado os palcos com ele e imitado  várias músicas do finado. "Foi um dos meus ídolos”.

O delegado da União dos Artistas e Compositores no Huambo, Benvindo Serafim "Tichiny”, reconheceu que Jacinto Tchipa inspirou gerações de artistas no país, pelas composições que transmitiam esperança de vida para muitas famílias em tempos de conflito armado.

Para o promotor cultural Hito Capitalista, Tchipa foi um artista completo, cujo trabalho o granjeou uma legião de fãs por todo o país. "As suas músicas estão sempre na actualidade”, sustentou.

O director do Gabinete provincial da Cultura, Turismo, Juventude e Desportos, Jeremias Chissanga, disse que o malogrado era um filho ao qual o Huambo "tinha como legítimo representante” no universo musical. "A sua morte arranca um pedaço no coração de cada cidadão desta região”, destacou.

Ontem, os habitantes do Huambo realizaram, próximo a Biblioteca Provincial do Huambo, uma homenagem ao músico, numa iniciativa da direcção da Cultura local, com uma cerimónia de noite de velas, onde participaram músicos e houve depoimentos sobre  Tchipa.

O grupo parlamentar da UNITA enviou, também, uma nota de condolências, pela morte do músico e ex-deputado, "cujas composições tocaram a alma de várias gerações e extractos da sociedade angolana”. Jacinto Tchipa, acrescentam, é referência incontornável da cultura.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Cultura