Cultura

Artistas apresentam “Conexões” na Galeria do Pavilhão de Angola

A galeria de Arte do Pavilhão de Angola na Expo Dubai 2020 acolhe desde quarta-feira e até 3 de Janeiro de 2022, uma exposição colectiva intitulada “Conexões”.

24/12/2021  Última atualização 09H20
Exposição junta obras de artistas plásticos de seis gerações © Fotografia por: DR
Dentro das Festividades do Dia Nacional de Angola na Expo Dubai 2020, comemorados na quarta-feira, a galeria de exposições temporárias apresenta a mostra "Conexões” uma exposição colectiva de uma dezena de artistas plásticos angolanos, que participam neste evento internacional.

A exposição conta com obras de Albino da Conceição, Álvaro Macieira, Armanda Alves, Carla Peairo, Cristiano Mangovo, Daniela Ribeiro, Fineza Teta, Maria Belmira Gumbe, Mpambukidi Nlunfidi, Paulo Kussy, Samu Arte, Guilherme Mampuya e Andrea.

Serão expostas cerca de 20 obras em pintura, criação sobre têxteis, instalação, escultura em bronze, sucata ferrosa, objectos em papel reciclado e impressão. Os temas são inspirados nos ideogramas da Cultura Lunda Tchokwe, na filosofia dos provérbios africanos, nas conexões mentais e físicas entre os seres, nos problemas sociais, na beleza e adornos da mulher africana, na natureza, na tradição das cortes africanas e sua interpretação afrofuturista.

As propostas reflectem as preocupações e motivações dos artistas que, tendo como fonte de inspiração a cultura angolana e africana, abordam técnicas em vários estilos, como o impressionismo, o expressionismo, o surrealismo, o abstracto, e o figurativo, numa fusão identitária da arte africana.

As obras expostas são de artistas nascidos entre as décadas de 1950 e 2000, juntando assim seis gerações numa linguagem universal, versátil e unificadora, a arte, de acordo com a curadora da galeria, Carla Peairo. O pavilhão de Angola ocupa uma área de 2.300 metros quadrados, tem formato de Sona (desenhos de área), típicos do povo Lunda Cokwe.

O espaço procura realçar uma Angola contemporânea, pelas obras dos artistas Paulo Kussy, Daniela Ribeiro, Finesa Teta, Cristiano Mangovo e Guizef Zeferino. Uma mensagem do Presidente da República, João Lourenço, a dança contemporânea de Angola e projecções do futuro, em painel 3D, também são destaques no pavilhão.

Uma variedade de apresentações da música, pintura, gastronomia e educação do país está  preparada para exibição no pavilhão de Angola, cujo evento decorre de 1 de Outubro de 2021 a 31 de Março de 2022.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Cultura